boo-box

domingo, 30 de novembro de 2008

Quem é que disse que no ciclismo não tem mulher bonita? Confira as fotos

Atualizado com os nomes das ciclistas, a pedido do amigo Rodrigo Borges

Depois de ver as fotos do calendário 2009 do site Cyclepassion, com sete ciclistas de sucesso na categoria fazendo poses sensuais, passo a considerar seriamente a possibilidade de acompanhar a modalidade com mais atenção a partir de agora...


Irina Kalentieva


Sabine Sptiz



Hanka Kupfernagel

sexta-feira, 28 de novembro de 2008

Doping pode render a única medalha de ouro do Brasil nos Jogos de Sydney-00

Coluna Diário Esportivo, publicada na edição de 28 de novembro do Diário de S. Paulo


Uma medalha de ouro com 2.980 dias de atraso


Um dos maiores micos da história olímpica do Brasil foi a participação nos Jogos de Sydney, em 2000. Embalado pelo caminhão de medalhas obtidas no Pan-Americano de Winnipeg, um ano antes, a delegação brasileira desembarcou na Austrália certa que iria faturar quilos de ouros. O que se viu, contudo, foi uma enorme frustração, com as seis medalhas de prata e outras tantas de bronze, obtidas após várias derrotas em finais, dia após dia, para desespero dos cartolas do Comitê Olímpico Brasileiro (COB). Contudo, oito anos depois do fiasco de Sydney, o atletismo pode levar, da forma mais inesperada possível, o Brasil da 52ª para a 36ª posição no quadro geral de medalhas.

A confissão do ex-velocista americano Tim Montgomery, de que competiu sob efeito de doping no revezamento 4 x 100m rasos nas Olimpíadas de Sydney, caiu como uma bomba no meio esportivo brasileiro. Isto porque os americanos, que ficaram com a medalha de ouro, correm risco de perdê-la em favor justamente para o Brasil. No dia 30 de setembro de 2000, a equipe brasileira, formada por Claudinei Quirino, Édson Luciano, André Domingos e Vicente Lenílson, ficou em segundo lugar, atrás justamente do quarteto americano. Naquele dia, a prata foi comemorada como ouro pelos brasileiros. Um ouro que poderá chegar oito anos depois.

Prêmio de consolação
A decisão de retirar a medalha dos EUA, porém, não é tão simples assim. Montgomery, que cumpre pena por estelionato e tráfico de heroína, não correu a final do revezamento. E pelo regulamento, apenas os seus resultados individuais seriam anulados em virtude do doping. Mesmo assim, os dirigentes do Comitê Olímpico Internacional (COI) promete que investigar o caso. Mas mesmo que se decida dar o ouro para o Brasil, os integrantes do revezamento não fazem muita festa. “Não teremos nada do que o atleta obtém com o ouro olímpico, como cantar o hino no estádio e obter dividendos com os patrocinadores”, disse o ex-velocista Edson Luciano ao repórter do DIÁRIO, Alessandro Lucchetti.

Luz no fim do túnel
Só pode ser recebida com otimismo a criação da nova Liga Nacional de clubes de basquete, em reportagem exclusiva do DIÁRIO, assinada pelo repórter José Eduardo Martins. Graças a um acordo com a Confederação Brasileira de Basquete (CBB), a competição passará a ser organizada pelos próprios clubes, atendendo antiga reivindicação. Este pode ser o caminho que o basquete do Brasil precisa para sair do fundo do poço.


Motivação
A confirmação do técnico Bernardinho no comando da seleção masculina de vôlei garante a manutenção de um trabalho vencedor. Mas será que o próprio Bernardinho ainda tem motivação?

Foto: A equipe brasileira do revezamento 4 x 100m comemora a medalha de prata nos Jogos Olímpicos de Sydney

A coluna Diário Esportivo, assinada por este blogueiro, é publicada às sextas-feiras pelo Diário de S. Paulo

Confira os 10 primeiros do ranking da Federação Internacional de Tênis (ITF)

Veja quais são os países que ocupam as dez primeiras posições do ranking da Federação Internacional de Tênis (ITF), após o encerramento da Copa Davis (atualizado em 24/11/08):


  1. Rússia - 27.647,50 pontos
  2. Espanha - 26.483,75 pontos
  3. EUA - 26.455 pontos
  4. Argentina - 22.363,75 pontos
  5. Suécia - 8.434,38 pontos
  6. Alemanha - 8.380,01 pontos
  7. Croácia - 6.525,63 pontos
  8. França - 5.750 pontos
  9. Austrália - 4.850 pontos
  10. Eslováquia - 4.218,75 pontos
Obs: o Brasil ocupa a 21ª posição, com 1.872,50 pontos

quarta-feira, 26 de novembro de 2008

Luiz Paulo Rosenberg está se tornando a versão piorada de Antonio Roque Citadini

"Nessa noite, comemoramos a volta da Série A ao Corinthians. Sem a gente, a Primeira Divisão é a Série B. É por isso que a gente vê tanto bâmbi feliz. Agora vamos ver se o time da Vila Sônia tem condições de enfrentar o novo Corinthians"

Luiz Paulo Rosenberg, vice-presidente de marketing do Corinthians, durante a festa na última segunda-feira em comemoração ao título da Série B, em mais uma tentativa de provocar o São Paulo e reviver o estilo provocativo (e boçal) de Antônio Roque Citadini.

As dançarinas da NBA (6) - Lauren (do Los Angeles Clippers)



Lauren, nascida em Albuquerque (Novo México), faz sua estréia esta temporada como integrante do Clippers Spirit Dance Team

Esta seção, que reúne as mais belas cheerleaders da NBA, é publicada sempre às quartas-feiras

Confira os grupos para a Libertadores-09

atualizado em 8/12, às 11h25

Sem a presença de times do Peru - suspensos temporariamente do futebol por causa de um conflito entre a federação local e o governo do país - e de várias equipes que ainda não foram definidas em torneios de seus países, foram sorteados nesta terça-feira os grupos para a edição 2009 da Taça Libertadores da América, que será realizada pela 50ª vez.

De cara, dois detalhes: o Sport, que garantiu presença devido ao título da Copa do Brasil, foi "premiado" ao cair no grupo da LDU, atual campeã; e
o São Paulo disputará a primeira fase em um grupo formado por times uruguaios e colombianos.

Confira abaixo os grupos da Libertadores 2009 (os nomes "vacante" referem-se aos times do Peru.):

Primeira fase
Chave 1
Colômbia 3 x Peñarol (URU)
Chave 2
Vacante 3 x Argentina 5
Chave 3
Equador 4 x Paraguai 3
Chave 4
Deportivo Anzoátegui (MEX) x Equador 3
Chave 5
Palmeiras x Bolívia 3
Chave 6
Universidad de Chile (CHI) x México 3

Segunda fase
Grupo 1
LDU (EQU)
Sport Recife (BRA)
Chile 2


Venc. Chave 5

Grupo 2
Argentina 3
Paraguai 2
Deportivo Táchira (VEN)
Venc. Chave 4

Grupo 3
River Plate (ARG)
Nacional (URU)
Vacante 2
Venc. Chave 3

Grupo 4
São Paulo
Defensor Sporting (Uru)
Colômbia 2
Venc. Chave 1

Grupo 5
Cruzeiro
Universidad de Sucre (Bol)
Equador 2
Venc. Chave 2

Grupo 6
Lanús (ARG)
Everton (CHI)
Caracas (VEN)
México 2

Grupo 7
Grêmio
Aurora (BOL)
Boyacá Chicó (COL)
Venc. Chave 6

Grupo 8
Argentina 4
Libertad (PAR)
Vacante 1
San Luís (MEX)

Vai pra casa, Cavalieri!

A mulher do goleiro Diego Cavalieri, ex-Palmeiras e atualmente reserva no Liverpool, Daniela, é um dos destaques da edição da Revista Sexy de dezembro, que acaba de chegar às bancas. A morenaça (foto abaixo) fez o ensaio, assinado pelo fotógrafo Jerome Sainte Rose, nas ruas de Paris.

Sinceramente, com uma mulher destas em casa, por que raios o Cavalieri ainda fica esquentando o banco do Liverpool?

terça-feira, 25 de novembro de 2008

Perguntar não ofende

Ao escolher como fornecedor de uniforme para a próxima temporada a Champs, a mesma que vestiu a Portuguesa na Série B e também fornece para o São Caetano, o Vasco da Gama já estaria iniciando a pré-temporada para a Segundona do Brasileiro de 2009?

Confira quais foram os Jogadores da Semana da NBA entre 17 e 23/11

Conferência Leste

Dwayne Wade - Miami Heat

2-1 (V-D)
Números da semana (média/jogo)
32,3 pontos
9,7 assistências
4,3 rebotes
3,3 bloqueios

Desempenho nos jogos:
18/11 - Miami 94 x 87 Washington: 19 pontos, 10 assistências, seis rebotes, três bloqueios e dois roubos de bola;
19/11 - Miami 95 x 101 Toronto: 40 pontos, 11 assistências e cinco bloqueios;
22/11 - Miami 109 x 100 Indiana: 38 pontos, oito assistências, quatro rebotes e dos bloqueios

Conferência Oeste

Dirk Nowitzki - Dallas Mavericks
3-0 (V-D)
Números da semana (média/jogo)
27 pontos
10,3 rebotes
2,7 assistências

Desempenho nos jogos:
18/11 - Dallas 100 x 83 Charlotte: 32 pontos e nove rebotes;
19/11 - Dallas 96 x 86 Houston: 24 pontos e 12 rebotes;
21/11 - Dallas 91 x 76 Memphis: 25 pontos e 10 rebotes

segunda-feira, 24 de novembro de 2008

São Paulo 97 x 3 Grêmio

Ah, a dança dos números do Brasileirão...a cada semana, tem sido divertido acompanhar as projeções dos matemáticos a respeito das chances de título e rebaixamento no Campeonato Brasileiro. Muitas vezes, os cálculos beiravam o absurdo, mas os desta semana, especialmente em relação à briga pelo caneco, estão bem de acordo com a realidade.

Segundo o matemático Tristão Garcia, do site Infobola, o São Paulo praticamente garantiu o tricampeonato (ou hexa, tanto faz): 97% de possibilidades de faturar a taça. O único que permanece na briga é o Grêmio, com meros 3%.

Abaixo, as chances de classificação para a Libertadores-09:

  1. São Paulo - classificado
  2. Grêmio - 94%
  3. Cruzeiro - 84%
  4. Palmeiras - 76%
  5. Flamengo - 46%

Abaixo, o risco de rebaixamento para a Série B-09:

  1. Ipatinga - 99%
  2. Portuguesa - 96%
  3. Vasco - 87%
  4. Figueirense - 83%
  5. Náutico - 27%
  6. Atlético-PR - 5%
  7. Santos - 2%
  8. Fluminense - 1%

Luxemburgo chora as mágoas

"Estou triste. Por tudo que aconteceu comigo, meu coração está apertado. Tenho uma história no Palmeiras, uma trajetória vitoriosa aqui, e não fui tratado como merecia. Nunca imaginei passar por isso"

Vanderlei Luxemburgo, técnico do Palmeiras, após a partida de domingo, entre Palmeiras e Ipatinga, inconformado com a agressão sofrida por integrantes da Mancha Verde

Confira a lista de todos os países campeões da Copa Davis na história do torneio

1900 - EUA
1901 - não disputado
1902 - EUA
1903 a 1906 - Ilhas Britânicas
1907 a 1909 - Australásia
1910 - não disputado
1911 - Australásia
1912 - Ilhas Britânicas
1913 - EUA
1914 - Austrália
1915 a 1918 - não disputado
1919 - Austrália
1920 a 1926 - EUA
1927 a 1932 - França
1933 a 1936 - Grã-Bretanha
1937 e 1938 - EUA
1939 - Austrália
1940 a 1945 - não disputado
1946 a 1949 - EUA
1950 a 1953 - Austrália
1954 - EUA
1955 a 1957 - Austrália
1958 - EUA
1959 a 1962 - Austrália
1963 - EUA
1964 a 1967 - Austrália
1968 a 1972 - EUA
1973 - Austrália
1974 - África do Sul
1975 - Suécia
1976 - Itália
1977 - Austrália
1978 e 1979 - EUA
1980 - Tchecoslováquia
1981 e 1982 - EUA
1983 - Austrália
1984 e 1985 - Suécia
1986 - Austrália
1987 - Suécia
1988 e 1989 - Alemanha Oc.
1990 - EUA
1991 - França
1992 - EUA
1993 - Alemanha
1994 - Suécia
1995 - EUA
1996 - França
1997 e 1998 - Suécia
1999 - Austrália
2000 - Espanha
2001 - França
2002 - Rússia
2003 - Austrália
2004 - Espanha
2005 - Croácia
2006 - Rússia
2007 - EUA
2008 - Espanha (foto)

Crédito da foto: Paul Zimmer/Divulgação Copa Davis

Argentina vai levar um bom tempo para se recuperar da derrota na Copa Davis

Estava tudo preparado para a festa da Argentina. Primeiro, teria o mando de quadra. Depois, a contusão que afastou ninguém menos do que Rafael Nadal, número um do ranking mundial. Para completar, os dirigentes dobraram a vontade dos jogadores e para atrapalhar a vida dos espanhóis, escolheu o piso rápido para o confronto da decisão da Copa Davis 2008.

No final, tudo isso foi em vão. Graças a uma emocionante vitória de Fernando Verdasco sobre o argentino Jose Acasuso por 3 sets a 2, parciais de 6-3, 6-7 (3-7), 4-6, 6-3 e 6-1, a Espanha garantiu a conquista da Copa Davis pela terceira vez, fechando o confronto em 3 a 1.

E a Argentina? "O fim de um sonho", como estampava a manchete do site do jornal argentino O apontava após a partida, dava o sinal do estado de espírito de todo um país.

Foi o terceiro vice-campeonato da Argentina na Copa Davis. Outra chance com esta, será difícil aparecer tão cedo. Haja tempo para curar a ressaca...

domingo, 23 de novembro de 2008

Último classificado para a Série A 2009, Barueri será o caçula entre os 20 clubes

Última equipe a garantir acesso à Série A em 2009, o Grêmio Barueri participará pela primeira vez da divisão de elite do futebol brasileiro.

Fundado em 1989 (23/03/1989), o Barueri completará seu 20º aniversário disputando o torneio mais importante de sua curta história (será o mais novo entre os 20 participantes da Primeira Divisão). Até então, seu maior feito havia sido disputar a Série A-1 do Campeonato Paulista de 2008, quando terminou na sexta colocação.

Classificado para disputar a Copa do Interior, o Barueri faturou a taça, ao derrotar duas vezes o Noroeste na série decisiva (2 a 1 e 4 a 0).

Regulamento faz Copa das Confederações assistir a final antecipada ainda na 1ª fase

No sorteio dos grupos da Copa das Confederações de 2009, que será realizada na África do Sul, um ítem protecionista no regulamento do torneio fez com que Brasil e Itália fossem colocados no Grupo B e, desta forma, fazerem uma espécie de decisão antecipada da competição.

O encontro está marcado para 21/6, coincidentemente o mesmo dia em que as duas seleções se enfrentaram na histórica decisão da Copa do México, em 1970, vencida pelo Brasil, com o inesquecível 4 a 1 na final.

De acordo com o item 6 nos "procedimentos do sorteio" da competição, as duas seleções européias classificadas (Espanha e Itália) não poderiam integrar o mesmo grupo. Com esta cláusula "protetota", Brasil e Itália (atual campeã do mundo) acabaram se juntando aos EUA e ao Egito, formando o Grupo B, o mais forte da competição.

Na outra chave, a Espanha (vencedora da Eurocopa em 2008) pegou uma chave mais fácil, ao lado de Iraque, Nova Zelândia e a África do Sul.

Confira aqui a tabela completa da Copa das Confederações-09.

sábado, 22 de novembro de 2008

Seleção feminina de vôlei da Croácia sai do anonimato com calendário sexy

Seleção do terceira escalão do vôlei feminino mundial - ocupa somente a 40ª posição no ranking da Federação Internacional de Vôlei (FIVB) - a equipe da Croácia acabou ocupando as manchetes dos sites esportivos nos últimos dias. E o motivo não foi nenhum título internacional conquistado.

Com o objetivo de arrecadar fundos para ajudar a promover o vôlei croata, as jogadoras da seleção aceitaram posar para um calendário sexy, fotografadas por Stephen Lupino, um dos mais famosos fotógrafos da Croácia. "A federação precisava de dinheiro, então pensei em fazer um calendário com as jogadoras da seleção nacional, queria dar a minha contribuição", disse a oposta Sanja Popovic.

Se depender das fotos abaixo, a federação croata de vôlei ficará com os cofres abarrotados:



sexta-feira, 21 de novembro de 2008

Nova geração do basquete brasileiro já não aguenta mais de tanto apanhar

Coluna Diário Esportivo, publicada na edição de 21 de novembro do Diário de S. Paulo

Juventude perdida

Na última sexta-feira, dia 14, um comunicado da assessoria de imprensa da Confederação Brasileira de Basquete (CBB) informava que a seleção feminina sub-15 havia perdido para a Argentina, na noite anterior, o título do Sul-Americano da categoria. Na final, realizada em Assunção (Par), as argentinas venceram por 54 a 41. Aparentemente, o resultado seria considerado uma grande zebra, em virtude da maior tradição do basquete feminino brasileiro em relação às "hermanas". Porém, os números mostram que o resultado não foi tão surpreendente assim.

Já faz algum tempo que o Brasil tem sua hegemonia ameaçada nas disputas femininas sul-americanas. Se no masculino, há uma década, os garotos brasileiros têm apanhando dos rivais argentinos nas mais variadas categorias, o feminino era um oásis de vitórias. Mas nos últimos quatro anos, as brasileiras conseguiram ganhar apenas três de oito torneios de base realizados: o juvenil de 2004 e os cadetes de 2005 e 2006. Os demais foram vencidos pela Argentina, que vem mostrando uma bela evolução, e Venezuela, que nunca teve tradição entre as mulheres.

Estas derrotas, mais do que eventos pontuais, representam um retrato fiel do péssimo trabalho que vem sendo feito nas categorias de base do Brasil. A rigor, não existe um projeto decente de renovação no basquete brasileiro, reflexo direto da administração desastrosa de Gerasime Boziks, o Grego, que ocupa a presidência da CBB desde 1997. Se já não bastasse colecionar vexames no adulto — o masculino não se classifica para as Olimpíadas desde Atlanta-96 e o feminino ficou em penúltimo lugar em Pequim-08 —-, o Brasil também virou saco de pancadas entre a molecada. Já passou da hora do basquete nacional reaprender a ganhar.

Ganhou, mas vai levar?

Um dia depois de ver as meninas perderem o Sul-Americano sub-15, o presidente da CBB comemorou sua eleição para a presidência da recém-criada Associação de Basquete Sul-Americana (ABASU). Mas pode não ter adiantado nada. Isto porque há um litígio entre a Confederação Sul-Americana (Consubasquet) e a Fiba América por causa do uso de bolas não oficiais em torneios do continente. A decisão sobre qual será a entidade que vai comandar o basquete da América do Sul só ocorrerá em março de 2009.

Derrotas também no vôlei

Não é apenas nas categorias de base do basquete brasileiro que os resultados em competições internacionais vêm sendo decepcionantes. Até o vôlei, que sempre teve a hegemonia sul-americana, anda sofrendo com as derrotas. Em outubro, a Argentina voltou a vencer um Sul-Americano juvenil depois de 26 anos, derrotando o Brasil na final, em Poços de Caldas (MG). No infanto-juvenil, também na cidade mineira, o Brasil perdeu o torneio sul-americano pela primeira vez na história. E para a Argentina.

Foto: Grego comemora sua reeleição, em 2005
Crédito: Alexandre Vidal/Divulgação CBB

A coluna Diário Esportivo, assinada por este blogueiro, é publicada às sexta-feiras pelo Diário de S. Paulo

quinta-feira, 20 de novembro de 2008

Do Blog do Ademar: Mogi Mirim pode disputar o Paulistão com uma verdadeira seleção de masters

O excelente Blog do Ademar, que traz uma completa cobertura do futebol do interior de São Paulo, informa que o Mogi Mirim, que conta com o meia Rivaldo como seu presidente, pretende formar uma equipe cuja marca registrada será a experiência.

Após anunciar a contratação do meia Giovanni (ex-Santos e Barcelona), de 36 anos, para a disputa do próximo Campeonato Paulista, o Mogi tentará usar o prestígio de Rivaldo para acertar com o atacante Luizão, revelado pelo Guarani e que jogou em todos os clubes de São Paulo. E segundo Ademar, o clube ainda partirá, sempre através de Rivaldo, na tentativa de fechar contrato com o ainda mais veterano Cafu, de 38 anos.

É muito velho num time só, hein?

Ué, cadê a grande festa do Rosenberg?

Menos de uma semana depois do economista Luiz Paulo Rosernberg, que também atua como diretor de marketing do Corinthians, ficar alardeando aos quatro ventos como seria a "grandiosa" festa do Corinthians no Anhangabaú para comemorar o retorno do Timão à Série A, eis que os fatos acabaram com os planos marqueteiros do cartola corintiano.

Com o veto ao Sambódromo (ocupado pelo evento de skate Megarampa), Anhangabaú e Praça Charles Miller, a comemoração acabou restrita apenas no estádio do Pacaembu, neste sábado, antes do jogo Corinthians x Avaí. A festa contará com DJ, bateria da Gaviões da Fiel e entrada dos jogadores em campo usando as camisas com as fotos dos torcedores que pagaram R$ 1.000 para terem uma foto 3 x 4 estampada.

Será que agora o falastrão Rosenberg irá dizer alguma coisa?

quarta-feira, 19 de novembro de 2008

As dançarinas da NBA (5) - Jarin (do Indiana Pacers)


Jarin, integrante há três temporadas do Indiana Pacemates

Esta seção, que reúne as mais belas cheerleaders da NBA, é publicada sempre às quartas-feiras


O dia em que Portugal deu uma lição de futebol na seleção brasileira

Não, caro amigo(a) blogueiro(a), o título do post não se refere a alguma das vitórias da seleção portuguesa diante do Brasil sob o comando de Felipão. Na verdade, um dos maiores vexames da seleção brasileira em Copas do Mundo aconteceu justamente diante de Portugal.

Na Copa de 1966, na Inglaterra, o Brasil foi eliminado ainda na 1ª fase após uma derrota de 3 a 1 para os portugueses, no dia 19 de julho, em Liverpool, em um show de Eusébio. Pelé, que estava voltando de uma contusão e foi caçado pelos zagueiros adversários, nada pôde fazer para evitar o vexame.

Nas imagens, dá pra ter uma noção do lixo que foi aquela seleção brasileira. O goleiro Manga, então, deu até dó...


terça-feira, 18 de novembro de 2008

Confira quais foram os Jogadores da Semana da NBA entre 10 e 16/11

Conferência Leste

LeBron James - Cleveland Cavaliers (foto)
3-0 (V-D)
Média de 33,7 pontos por jogo
8,0 assistências por jogo
2,7 roubos de bola por jogo

Desempenho nos jogos:
11/11 - Cleveland 99 x 93 Milwaukee: 41 pontos, seis assistências, cinco rebotes e três roubos de bola;
13/11 - Cleveland 110 x 99 Denver: 22 pontos, 11 assistências, oito rebotes e três roubos de bola;
15/11/- Cleveland 105 x 93 Utah: 38 pontos, sete assistências, cinco rebotes e dois roubos de bola


Conferência Oeste

Chauncey Billups - Denver Nuggets (foto)
3-1 (V-D)
Média de 21,5 pontos por jogo
5,8 assistências

Desempenho nos jogos:
11/11 - Denver 88 x 80 Charlotte: 16 pontos, cinco assistências e dois roubos de bola;
13/11 - Denver 99 x 110 Cleveland: 26 pontos e seis assistências;
14/11 - Denver 94 x 85 Boston: 18 pontos e sete assistências;
16/11 - Denver 90 x 84 Minnesota: 26 pontos, cinco assistências e cinco rebotes

Fotos: Divulgação NBA

Mais uma proeza do Grego...

Como uma espécie de prêmio pelo "conjunto da obra", graças ao excelente trabalho que tem feito à frente da Confederação Brasileira de Basquete desde 1997, em especial no basquete masculino nacional, que não sabe o que é disputar uma edição dos Jogos Olímpicos desde 96 (ou seja, antes de sua posse), Gerasime Boziks, o Grego, conseguiu mais uma proeza: foi eleito, POR ACLAMAÇÃO, o novo presidente da Associação de Basquete Sul-Americana (ABASU), para o mandato de 2008 a 2013.

A eleição ocorreu na última sexta-feira, no Hotel Crowne Plaza de Assunção (Par), após o encerramento do Campeonato Sul-Americano Sub-15, que por sinal foi perdido pela seleção brasileira para a Argentina (cujo basquete feminino há algum tempo era pouco mais que simplório).Se já não bastasse levar pau em todas as categorias no masculino da Argentina, agora parece que a moda será perder também no feminino...

Este é o padrão Grego de qualidade

Confira todos os confrontos entre as seleções de Brasil e Portugal


segunda-feira, 17 de novembro de 2008

Schumacher coloca Rubinho em seu lugar

"Ninguém pode fazer você mais lento por causa de um contrato. Se você é rápido, você é rápido, e então você é o número um"

Michael Schumacher, heptacampeão mundial da F-1, respondendo às bravatas do brasileiro Rubens Barrichello, que volta e meia avisa que escreverá um livro contando tudo o que aconteceu em sua passagem pela Ferrari, quando foi companheiro de equipe do alemão.

Pintado é eleito como o "milagreiro" para salvar o Figueirense da degola

E sobrou para o simpático Luiz Carlos de Oliveira Preto, o popular Pintado, a missão nada fácil de tentar salvar o Figueirense do rebaixamento para a Série B do ano que vem. Pintado foi anunciado nesta segunda-feira como o substituto de Mário Sérgio, demitido após a derrota para o São Paulo por 3 a 1, no último domingo. Desta forma, caberá a Pintado arrumar todas as bobagens feitas pelos treinadores anteriores e contratações mal-feitas da diretoria na atual temporada.

Clique aqui para acompanhar as mudanças de treinadores nas outras equipes que disputam o Campeonato Brasileiro de 2008.

Veja a tabela do Mundial de Clubes da Fifa

atualizado em 9/12, às 12h02

Local: Japão
Data: 11 a 21 de dezembro
Clubes participantes: LDU (Equador/Conmebol); Manchester United (Inglaterra/Uefa); Pachuca (México/Concacaf); Gamba Osaka (Japão/país-sede); Al Ahly (Egito/CAF); Waitakere United (Nova Zelândia/OFC); Adelaide United (Austrália/AFC)

Playoff para as quartas-de-final

11/12
Jogo 1: 8h45 - Adelaide United (Aus) x Waitakere United (Nzl) - Tóquio

Quartas-de-final
13/12

Jogo 2: 2h45 - Al Ahly (Egi) x Pachuca (Mex) - Tóquio
14/12
Jogo 3: 8h30 - Venc. Jogo 1 x Gamba Osaka (Jap) - Toyota

Semifinal
17/12

Jogo 4: 8h30 - Venc. Jogo 2 x LDU (Equ) - Tóquio
18/12

Jogo 5: 8h30 - Venc. Jogo 3 x Manchester United (Ing) - Yokohama
Jogo 6: 5h30 - Perd. Jogo 2 x Perd. Jogo 3 - Yokohama (decisão do 5º lugar) - Yokohama

Decisão do 3º lugar
21/12
Jogo 7: 5h30 - Perd. Jogo 4 x Perd. Jogo 5 - Yokohama

Final
21/12

Jogo 8: 8h30 - Venc.Jogo 4 x Venc. Jogo 5 - Yokohama

Emoção na reta de chegada do Brasileirão não melhora a média de gols; veja a lista

O Campeonato Brasileiro de 2008 está presenciando uma reta de chegada emocionante, com cinco equipes (duas, na prática, com mais chances) brigando pelo título. Mas se a definição do campeão promete ser eletrizante, o mesmo não se pode dizer da média de gols.

Embora ainda faltem três rodadas, a média de gols do Brasileirão não tem um desempenho excepciuonal: 2,68 gols por partida até agora. Muito abaixo dos 3,14 exibidos em 2005, por exemplo. Esta média pode melhorar, é claro, mas a lógica manda aguardarmos jogos mais disputados e com poucos gols.


Abaixo, confirma a média de gols na história do Campeonato Brasileiro:

1971 - 1,83
1972 - 2,08
1973 - 1,93
1974 - 2,12
1975 - 2,27
1976 - 2,31
1977 - 2,48
1978 - 2,24
1979 - 2,34
1980 - 2,69
1981 - 2,46
1982 - 2,76
1983 - 2,70
1984 - 2,41
1985 - 2,40
1986 - 2,09
1987 - 1,80
1988 - 1,88
1989 - 2,01
1990 - 1,89
1991 - 2,22
1992 - 2,29
1993 - 2,53
1994 - 2,40
1995 - 2,52
1996 - 2,71
1997 - 2,76
1998 - 2,87
1999 - 2,85
2000 - 2,92
2001 - 2,86
2002 - 3,02
2003 - 2,89
2004 - 2,78
2005 - 3,14
2006 - 2,71
2007 - 2,76

Foto: Borges, comemorando o segundo gol do São Paulo
Crédito: Divulgação/Vipcomm

Para matemático, disputa pelo título do Brasileiro ficará entre São Paulo e Grêmio



Ainda existem chances (pequenas) para Flamengo, Cruzeiro e Palmeiras, mas pelas contas do matemático Tristão Garcia, do site Infobola, a disputa pelo título do Campeonato Brasileiro de 2008 ficará apenas entre São Paulo e Grêmio.

De acordo com as contas do matemático, o Tricolor paulista estaria com 69% de chances de faturar o título, que significaria o tricampeonato brasileiro (o primeiro na história do clube em qualquer competição) e o sexto título nacional.

Na briga para escapar do rebaixamento, os números praticamente decretaram a degola de Ipatinga e Figueirense. A Portuguesa também aparece com poucas chances de permanecer na divisão de elite do futebol brasileiro. A situação do Vasco não está nada confortável, enquanto Náutico e Fluminense também precisam se coçar pra escapar do facão.

Já na disputa para a Taça Libertadores, São Paulo e Grêmio estão quase com a vaga garantida, enquanto Flamengo, Cruzeiro e Palmeiras brigam pelas duas restantes.

Abaixo, as chances na briga pelo título de 2008 do Brasileirão:
  1. São Paulo - 69%
  2. Grêmio - 26%
  3. Flamengo - 3%
  4. Cruzeiro - 1%
  5. Palmeiras - 1%

Abaixo, o risco de rebaixamento:

  1. Ipatinga - 98%
  2. Figueirense - 93%
  3. Portuguesa - 83%
  4. Vasco - 61%
  5. Náutico - 26%
  6. Fluminense - 26%
  7. Atlético-PR - 12%
  8. Santos - 1%

Abaixo, as chances de classificação para a Libertadores-09:

  1. São Paulo - 99%
  2. Grêmio - 98%
  3. Flamengo - 70%
  4. Cruzeiro - 67%
  5. Palmeiras - 66%

Demissão de Mário Sérgio faz Figueirense buscar um milagre e fugir do rebaixamento

O técnico Mário Sérgio não resistiu à derrota de 3 a 1 para o São Paulo e foi demitido na noite deste domingo do cargo de técnico do Figueirense. Ele havia assumido a função há exatos dois meses (16/9).

Será, portanto, a quinta mudança do clube catarinense ao longo de todo o Brasileirão, um recorde. E fico aqui a imaginar o que irá passar pela cabeça do sujeito que assumir o cargo no Figueira. Afinal, o infeliz terá apenas três rodadas para tentar um milagre e fazer o clube escapar do rebaixamento.

Clique aqui para acompanhar as mudanças de treinadores nas outras equipes que disputam o Campeonato Brasileiro de 2008.

domingo, 16 de novembro de 2008

Porque o Rio não vencerá o pleito olímpico para 2016

Por Alberto Murray Neto*

Não é somente o Rio de Janeiro. Nenhuma cidade do Brasil tem condições de, em curto espaço de tempo, sediar Jogos Olímpicos. Objetivamente e mesmo porque conheço profundamente as formas pelas quais os membros do Comitê Olímpico Internacional julgam cada candidatura, as razões pelas quais o Rio 2016 está fadado ao fracasso são as seguintes:

- O Brasil não tem política de base para o esporte. O Estado oferece às crianças da rede pública condições paupérrimas para o exercício da educação física, com espaços limitadíssimos e professores mal pagos. Não há, no Brasil, mentalidade olímpica e desportiva de base;


- O Comitê Olímpico Internacional ( COI ), mormente após 1984, tem a absoluta tradição de entregar a enorme responsabilidade de sediar Jogos Olímpicos à cidades que ofereçam garantias seguras de que a preparação para os jogos não sofrerão percalços. Os Jogos Olímpicos são um grande negócio e as responsabilidades jurídicas e financeiras assumidas pela cidade candidata eleita em face do COI e dos patrocinadores são enormes. Não podem haver riscos. O Brasil ainda não oferece essa segurança jurídica e financeira, vide o que se passou com o Pan-Americano, competição MUITO menor, em que além dos atrasos nas obras, até hoje questiona-se o super faturamento, o que repercutiu, posso assegurar, muito mal no exterior;

- O Rio de Janeiro e o Brasil não têm condições financeiras de construir instalações desportivas à altura do caderno de encargos do COI. Pan-Americano nem se compara à Olimpíada. As instalações, para todas as modalidades, são absolutamente diferentes e muito mais caras;

- O governo deve garantir investimentos maciços em obras de infra-estrutura viárias, linhas de metrô, renovação e ampliação das frotas de ônibus, trens urbanos, ampliação e melhoria dos aeroportos, hospitais de alto nível, hotéis para acolher o grande número de pessoas que vão aos Jogos Olímpicos. Além do Rio, nem São Paulo, nem outra cidade qualquer do Brasil possue isso. Notem que para o Pan-Americano nada disso foi feito, apesar de ter sido prometido. Agora, falta credibilidade à cidade no cenário esportivo mundial;

- Estrutura de segurança mais complexa e dispendiosa, em razão do número de pessoas presentes ao eventos e chefes de estado e de governo. A segurança pública no Rio de Janeiro e no Brasil bota medo nos estrangeiros;
- Demonstração de responsabilidade social e programas de inclusão social de longo prazo com resultados práticos já efetivamente conseguidos. Cidades com grandes desníveis sociais, historicamente, têm desvantagens;

- Demonstração de responsabilidades ambientais. Hoje o Movimento Olímpico alia esporte, cultura e meio ambiente. A Baía da Guanabara continua sendo, apesar da beleza plástica, um lugar poluído. Este é um exemplo isolado. Há vários. E muito dinheiro já foi destinado a esses propósitos de despoluição e nada ocorre;

- Garantias efetivas dos três níveis de governo de que haverá os investimentos necessários e o cronograma de investimentos e os prazos de obras serão rigorosamente cumpridos. Veja o mau exemplo que o Pan-Americano deu nesse aspecto. Sem opção, o comitê "encostou a faca na goela do governo federal" que, ao final, pagou a maior parte da conta para evitar um vexame ainda mais vultoso. Isso também deixou uma má imagem no movimento olímpico internacional;

- Histórico de estabilidade econômica no Brasil. Apesar dos avanços obtidos, a estabilidade econômica das outras cidades e seus respectivos países, não há como negar, estão muito à frente do Brasil;

- A disputa política havida na preparação dos Jogos Pan-Americano entre os governos federal, estadual e municipal deixaram má impressão para o movimento olímpico;

- A rotação de continentes nunca teve qualquer importância para o COI. Sequer consta de seus estatutos, como havia na FIFA antigamente. Essa história de levar os jogos para a América do Sul pela primeira vez não serve como apelo. O apelo é a América do Sul provar que atende todas as condições acima mencionadas e mais algumas. Vejam a Grécia, Atenas, que para os jogos de 1996 tinha o grande apelo de, como berço dos Jogos Olímpicos, querer sediar a celebração dos 100 anos da era olímpica moderna em seu país. Esse apelo é muito mais significativo do que "a América do Sul nunca sediou uma Olimpíada". E nem isso funcionou para Atenas, cuja capacidade demonstrada de realizar os jogos não suplantou Atlanta, terra da Coca-Cola.

Enquanto o Brasil não desenvolver uma mentalidade olímpica, pensando a longo prazo, os Jogos Olímpicos ficarão longe daqui. Vamos investir o dinheiro do povo no esporte de base, educacional para, daqui a muito tempo, podermos ter a honra sublime de sediar Jogos Olímpicos.

*Alberto Murray Neto é advogado, sócio do escritório Paulo Roberto Murray e membro do Comitê Olímpico Brasileiro desde 1996

Atenção, corintianos: este livro é pra vocês

O amigo e competentíssimo repórter fotográfico (além de corintiano, é claro!), Daniel Augusto Jr., enviou-me um e-mail pedindo uma força para o lançamento de seu livro, "Eu Voltei" (foto), que fala da saga do Corinthians na temporada de 2008, quando o Timão voltou à Série A do Brasileiro.

É melhor deixar o próprio Daniel falar...

"Para os apaixonados pelo Corinthians, que tiveram, como eu, uma grande desilusão no ano passado, e que este ano viram a dignidade ser resgatada.
Este livro mostra tudo que aconteceu nos batidores, treinos, concentrações, viagens e jogos, desde o Campeonato Paulista, passando pela grande desilusão da Copa do Brasil, e termina em 29/11, no jogo contra o América/RN.
Imagens inéditas, lindas, emocionantes.
Uma obra para colecionadores, loucos da nação alvinegra, devotos de São Jorge.
Lançamento em meados de dezembro de 2008, com pré-venda através do site do Corinthians -
http://www.corinthians.com.br
Um belíssimo presente de Natal.
Façam já sua reserva.
No orkut (
http://www.orkut.com.br/Main#Community.aspx?cmm=76203081)
Vale a pena

Daniel Augusto Jr./Fotógrafo
http://www.danielaugustojr.com.br/ "

1.000 pitacos em 2008

São opiniões, notícias, colunas, rankings, listas, vídeos, fotos...Dezembro ainda nem chegou e este blog já alcança neste domingo (16/11) a marca de 1.000 posts.

É muito pitaco, hein?

Mais novo integrante da Série A, Santo André disputará seu segundo Brasileirão

Promovido para a Série A do Campeonato Brasileiro graças à vitória do Corinthians sobre o Vila Nova por 3 a 0, no último sábado (15), o Santo André terá a oportunidade de disputar pela segunda vez em sua história o principal torneio do futebol nacional.

A única participação do Santo André até então ocorreu em 1984. Na ocasião, o Santo André disputou 20 partidas, obtendo oito vitórias, sete empates e cinco derrotas. Marcou 25 gols e sofreu 19. Seu artilheiro naquele ano foi o atacante Jones, autor de seis gols.


Agora, Só um detalhe: será que quando enfrentar o Corinthians, o marqueteiro Marcelinho Carioca - jogador mais renomado na campanha da Série B - irá, ao final da partida, subir no alambrado e ficar mandando beijinhos para a Fiel torcida?

Fonte: Futpédia (globoesporte.com)

sábado, 15 de novembro de 2008

Torcedores do Palmeiras atacam Luxemburgo e passam atestado de burrice

atualizado em 16/11, às 14h19

Simplesmente inacreditável a atitude de cerca de 30 "torcedores" do Palmeiras que foram até o Aeroporto de Congonhas, no embarque do time para o Rio - onde pega o Flamengo neste domingo - para pressionar os jogadores e acabaram se envolvendo em uma confusão com o técnico Vanderlei Luxemburgo, que chegou a ser empurrado pelos idiotas, segundo informações de testemunhas.

Isso tudo porque o Palmeiras ainda está na briga pelo título do Brasileirão, a apenas quatro pontos do líder São Paulo. Imagine então o que estes marginais fariam se o Verdão estivesse brigando para fugir do rebaixamento?


É muita burrice num momento tão delicado do campeonato!
PS: após ver as imagens do Jornal Nacional, da TV Globo, deste sábado, o título mais correto para este post seria "Torcida uniformizada do Palmeiras tenta matar Luxemburgo".

Armaram uma verdadeira tocaia e por pouco não aconteceu uma tragédia. Luxemburgo está com o braço imobilizado e não será surpresa se deixar o Palmeiras, como diz a edição deste domingo do Diário de S. Paulo.

Só gostaria de saber o que aquele promotor, Paulo Castilho, que tanta paciência (e falta de ação) demonstra em relação às nefastas torcidas organizadas, irá falar sobre este episódio.

sexta-feira, 14 de novembro de 2008

O desigual mundo do esporte brasileiro

Coluna Diário Esporrtivo, publicada na edição de 14 de novembro do Diário de S. Paulo


Muito para poucos. Eis a lógica do COB

Em 1974, o economista brasileiro Edmar Bacha criou uma expressão para definir a distribuição de renda do Brasil. Segundo ele, a maior parte da riqueza do país estaria concentrada numa pequena Bélgica, enquanto a pobreza ficaria reservada para a grande Índia, resultando na “Belíndia”. Na semana passada, a definição do professor Bacha voltou a ser usada. Revoltado com a proposta do Comitê Olímpico Brasileiro (COB) de distribuição de verbas da Lei Piva para o ciclo olímpico visando os Jogos de Londres-2012, o presidente da Confederação Brasileira de Tênis de Mesa, Alaor Azevedo, não se preocupou em escolher as palavras e bateu pesado na entidade que comanda o esporte olímpico brasileiro.

“Nesse esquema do COB, seis Confederações ficam com tudo e as outras com nada. Você distribui a pobreza e cria uma 'Belíndia'. Alguns esportes moram na Bélgica, outros na Índia", disparou Azevedo. Mesmo no comando de uma modalidade que vem colecionado raros bons resultados internacionais (os fracos Jogos Pan-Americanos, onde o interminável Hugo Hoyama consegue brilhar, são a exceção), Azevedo tem razão em suas críticas. Pelo novo modelo proposto, o COB irá premiar a meritocracia (palavrinha horrorosa, hein?), cujo objetivo é premiar as modalidades que conseguirem alcançar os melhores resultados em competições internacionais.

No papel, tudo muito bonito. O problema é que entidades que já recebem gordas verbas estatais, como atletismo, vôlei, desportos aquáticos e judô, poderão ser brindadas com a maior fatia do bolo: R$ 2,5 milhões cada uma, em 2009. O tênis de mesa, de Alaor Azevedo, levaria pela proposta R$ 1,6 milhão, mas alguns esportes podem ficar com menos dinheiro ainda, como badminton, esgrima, levantamento de peso e lutas (R$ 700 mil cada um). A definição da distribuição da verba da Lei Piva será em 3 de dezembro, mas pelo jeito, a Belíndia do esporte brasileiro está longe de acabar.

Incompetência punida

Talvez a única coisa justa da proposta do COB tenha sido o repasse à Confederação Brasileira de Basquete. Para 2009, a verba seria de R$ 1,5 milhão, bem menos do que os R$ 2.278.000 recebidos em 2008. Mas está bom demais para a CBB, que só coleciona vexames internacionais (como a ausência da seleção masculina em Olimpíadas desde 1996) e tem até um patrocínio estatal.

Estranho esquecimento

Pegou muito mal a nota publicada no site da Confederação Brasileira de Ginástica, tentando desmentir reportagem publicada pelo DIÁRIO, do repórter José Eduardo Martins, sobre a ameaçada entidade em processar as atletas que criticaram os métodos de treinamento. Será que além de omissos os dirigentes da CBG também sofrem de amnésia?

A coluna Diário Esportivo, assinada por este blogueiro, é publicada às sextas-feiras no Diário de S. Paulo

quinta-feira, 13 de novembro de 2008

Clima esquenta entre Houston e Phoenix

Sobrou confusão na partida desta quarta-feira, entre Phoenix Suns e Houston Rockets, realizado em Phoenix. No terceiro quarto da partida, após uma cesta de Tracy McGrady, o ala do Suns, Matt Barnes, e o armador do Rockets, Rafer Alston, bateram boca por causa de um choque. O armador Steve Nash tentou defender o companheiro e acabou derrubado por McGrady, que em seguida foi lançado longe por Shaquille O'Neal. Ou seja, um grande barraco!

Veja as imagens abaixo:

O melhor e o pior do ranking da Fifa; confira a lista de novembro

A melhor (e talvez única) coisa que justifique uma olhada no quase inútil ranking da Fifa seja descobrir algumas bizarrices do mundo do futebol.

Por exemplo, ao me debruçar sobre a lista de novembro, pude perceber que a "gloriosa" seleção da Jamaica foi quem mais evoluiu nos últimos 30 dias no futebol mundial. Os jamaicanos subiram 33 posições neste mês, passando do 116º para o 83º lugar.


Em compensação, Chipre e Kirgistão conseguiram a proeza de piorar ainda mais na classificação, perdendo 27 posições em relação a outubro: o Chipre passou do 80º para o 107º lugar, enquanto o Kirguistão caiu do 127º para o 154º lugar! Que beleza....


Veja abaixo quais são as 10 primeiras seleções classificadas no ranking da Fifa (masculino) - novembro de 2008

  1. Espanha - 1.657 pontos
  2. Alemanha - 1.413 pontos
  3. Itália - 1.356 pontos
  4. Holanda - 1.306 pontos
  5. Brasil - 1.286 pontos
  6. Argentina - 1.181 pontos
  7. Croácia - 1.158 pontos
  8. Rússia - 1.079 pontos
  9. República Tcheca - 1.062 pontos
  10. Portugal - 1.058 pontos

Confira a lista completa no site da Fifa

Luiz Paulo Rosenberg provoca o São Paulo

"Estamos montando tudo com os patrocinadores para fazermos uma festa bonita, não será aquela história de ir na avenida Paulista e quebrar vidraças, como algumas torcidas fazem"

Luiz Paulo Rosernberg, diretor de marketing do Corinthians, ao falar sobre a festa que o Timão irá promover para festejar o título da Série B e aproveitar para dar uma cutucada nos torcedores do São Paulo, que fizeram baixaria ao comemorar o título da Libertadores de 2005

Mais duas versões sobre a polêmica Copa Sul-Americana x Libertadores




Como o assunto está "bombando" (odeio este termo, mas está na moda, né?), faço questão de colocar mais duas versões a respeito da polêmica envolvendo a Copa Sul-Americana, que segundo reportagem publicada quarta-feira pelo jornal Zero Hora, poderia se transformar em um caminho mais curto para a Taça Libertadores, graças a um possível confronto entre o campeão da Sul-Americana e o campeão da Libertadores, brigando por uma vaga.

Os competentes companheiros Maurício Noriega, do Sportv, e Paulo Vinícius Coelho, da ESPN Brasil e Folha de S. Paulo, publicaram em seus respectivos blogs versões apuradas sobre o caso, que reproduzo abaixo. Uma coisa é certa: muita água vai rolar ainda neste caso.

Do blog do Noriega

A VERSÃO OFICIAL SOBRE O QUE ACONTECE COM A LIBERTADORES E COM A COPA SUL-AMERICANA

Como sempre, rola muita especulação, muita ilação sobre a possibilidade de o campeão da Copa Sul-Americana de 2008 ter vaga na Libertadores de 2009. Informação segura e de credibilidade poucos têm. Um deles é Telmo Zanini, grande amigo, jornalista dos bons, que sempre está por dentro de regulamentos e desdobramentos.

O que acontece é o seguinte: a Federação Peruana tem um problema na eleição de seu presidente, questão política. Por isso, o atual mandatário foi indicado pelo Ministério dos Esportes. O que a Fifa não aceita. A Fifa deu até o dia 21 para o Peru resolver a situação. Se não houver solução satisfatória para a Fifa, o Peru estará suspenso de todas as competições supervisionadas pela entidade. O sorteio da Libertadores 2009 será no dia 24 e, se a questão não for resolvida, as três vagas para equipes peruanas precisarão ser redistribuídas.

Especula-se (vejam bem, ainda especula-se) sobre as possibilidades de distribuição dessas vagas por parte da Conmebol. Pode ser usado o ranking da entidade, que também pode convidar campeões históricos ou, então, dar uma vaga para o campeão da Sul-Americana.Isso é o que existe até agora. De concreto a possibilidade de suspensão do Peru, e de possibilidade, o convite para três equipes.


Do blog do PVC

INTER NÃO TEM CHANCE DE JOGAR LIBERTADORES 2009

A Confederação Sul-Americana desmente a possibilidade de o campeão da Copa Sul-Americana de 2008 disputar a Libertadores de 2009. Nestor Benítez, chefe do departamento de imprensa da Conmebol, diz que a confederação pensa em dar uma chance de o vencedor da Copa sul-Americana disputar a Libertadores, a partir de 2010. Não de 2009.

Também não há ameaça de o campeão da Libertadores ficar sem uma vaga. A idéia é que o país do time campeão coloque seu último representante num mata-mata com o campeão da Copa Sul-Americana.

É como se o Paraná Clube, quinto colocado no campeonato de 2006, vaga aberta naquele ano apenas porque o Inter foi campeão da Libertadores, precisasse disputar a Pré-Libertadores com o campeão da Copa Sul-Americana.

Essa idéia será discutida no congresso da Conmebol no dia 24 de novembro. Mas não há golpe, nem chance de a LDU ficar fora da Libertadores 2009. Nem chance de o Inter disputá-la no ano de seu centenário.

quarta-feira, 12 de novembro de 2008

Sul-Americana pode levar à Libertadores

A notícia vem do Zero Hora (leia aqui), em reportagem assinada pelo jornalista Wianey Carlet: a Conmebol irá atender a pedido dos patrocinadores e anunciar, no próximo dia 25, que o campeão deste ano da Copa Sul-Americana disputará com a LDU, do Equador, uma vaga para a Taça Libertadores de 2009.

Desta forma, o campeão da Libertadopres não terá mais vaga garantida na edição do ano seguinte. Assim, usando como exemplo a possível virada de mesa da Conmebol, se a LDU levar a melhor na disputa com o campeão da Sul-Americana e também tiver vaga assegurada no Campeonato Equatoriano, abrirá vaga para mais um clube de seu país.

Dois pitacos sobre isso: primeiro, será que o pessoal da LDU vai gostar, caso a virada de mesa se confirme, de ter que disputar este repescagem? E o que vão dizer agora os dirigentes dos clubes brasileiros que mandaram times reservas para participar da competição? Melhor para o Inter, que hoje pega o Chivas pela semifinal da competição.

Avaí volta à Série A depois de 30 anos e Gustavo Kuerten cai na festa

A última vez que o Avaí disputou a primeira divisão do futebol brasileiro foi em 1979, ainda nos tempos nada gloriosos do almirante Heleno Nunes, que inchava a cada ano a competição. Por sinal, naquele ano o Brasileirão atingiu o seu recorde de participantes: 94 clubes.

Sob o comando do competente Paulo Silas (que defendeu o São Paulo nos anos 80, integrando o famoso time dos "Menudos do Morumbi"), o Avaí sacramentou nesta terça-feira seu retorno à Série A, com uma vitória de 1 a 0 sobre o Brasiliense.


E todos seus torcedores, entre eles o ex-tenista Gustavo Kuerten (foto), que invadiu o gramado do estádio da Resssacada para festejar com os jogadores o acesso, certamente sonham com uma campanha em 2009 melhor do que a realizado 30 anos antes. No campeonato de 79, o Avaí foi somente o 90º colocado.

Eis os números do Avaí na Série A do Brasileiro:

Participações: 4
Pontos ganhos: 37
Jogos: 53
Vitórias: 11
Empates: 12
Derrotas: 30
Gols pró: 41
Gols contra: 73

Crédito da foto: Flavio Nunes/Agência RBS

As dançarinas da NBA (4) - Alexis (Golden State Warriors)



Alexis, capitã das Warriors Girls, integra a equipe há três temporadas

Esta seção, que reúne as mais belas cheerleaders da NBA, é publicada sempre às quartas-feiras

terça-feira, 11 de novembro de 2008

Confira quais foram os Jogadores da Semana da NBA entre 3 e 9/11

Confereência Leste
LeBron James - Cleveland Cavaliers (foto)
Média de 34,5 pontos por

4-0 (V-D)
9,8 rebotes p/jogo
5,3 assistências p/jogo
1,8 roubos de bola p/jogo
1,3 bloqueios p/jogo
Desempenhos nos jogos
3/11 - Cleveland 100 x 81 Dallas: 29 pontos, oito rebotes, três assistências e dois roubos de bola;
5/11 - Cleveland 107 x 93 Chicago: 41 pontos, nove rebotes, seis assistências e quatro roubos de bola;
7/11 - Cleveland 111 x 107 Indiana: 27 pontos, nove rebotes, oito assistências e quatro bloqueios;
8/11 - Cleveland 106 x 97 Chicago: 41 pontos, 13 rebotes e quatro assistências

Conferência Oeste
Amar'e Stoudemire - Phoenix Suns
Média de 28,3 pontos por jogo
3-1 (V-D)
7,0 rebotes p/jogo
3,0 assistências p/jogo
1,8 roubos de bola p/jogo
1,5 bloqueios p/jogo
Desempenho nos jogos
4/11 - Phoenix 114 x 86 New Jersey: 14 pontos, cinco rebotes e dois bloqueios;
5/11 - Phoenix 113 x 103 Indiana: 49 pontos, 11 rebotes, seis assistências, cinco roubos de bola e dois bloqueios;
7/11 - Phoenix 83 x 100 Chicago: 26 pontos, sete rebotes, três assistências e dois roubos de bola;
8/11 - Phoenix 104 x 96 Milwaukee: 24 pontos e cinco rebotes

Foto: Divulgação/NBA

Palmeiras já calou a torcida do Flamengo

O palmeirense pode andar meio ressabiado, especialmente após a derrota deste domingo para o Grêmio. Tenho vários amigos que já estão arrancando os cabelos, dizendo que na próxima rodada será derrota certa contra o Flamengo, no Maracanã lotado etc e tal...

Bem, é fato que o jogo será uma pedreira, mas a história mostra que o Verdão já deitou e rolou contra este mesmo Flamengo, num Maracanã lotado e em um jogo decisivo do Brasileirão.

Em 1979, o Flamengo tinha um timaço, com Zico, Carpegiani, Adílio, Júnior, Cláudio Adão, entre outros. O Palmeiras passava por um período de renovação, comandado por Telê Santana, e toda a imprensa carioca dava como certa a vitória flamenguista e a conseqüente classificação para a semifinal do Brasileiro.

Só que o Palmeiras não tomou conhecimento e sapecou uma goleada de 4 a 1, diante de mais de 112 mil pessoas. Reveja os gols abaixo, nas imagens de um histórico Globo Esporte apresentado por Luciano do Valle, que nem justificava o atual apelido de "Bolacha".

segunda-feira, 10 de novembro de 2008

Matemática aponta São Paulo como favorito ao título do Brasileirão. Será?

Segundo os cálculos do matemático Tristão Garcia, do site Infobola, o São Paulo é quem mais aparece com chances de conquistar o Campeonato Brasileiro de 2008. Para Tristão, o Tricolor tem 59% de possibilidades de chegar ao tricampeonato (ou hexa) nacional.

Já na briga pelo rebaixamento, os números mostram que os quatro degolados estão quase definidos. Ipatinga, Figueirense e Portuguesa aparecem como os grandes candidatos a disputar a segundona, enquanto Náutico, Fluminense e Vasco tentam escapar da última vaga.


Abaixo, as chances dos times que brigam pelo título:
1º - São Paulo - 59%

2º - Grêmio - 23%
3º - Cruzeiro - 8%
4º - Palmeiras - 7%
5º - Flamengo - 3%

Abaixo, as chances de rebaixamento:
1º - Ipatinga - 98%
2º - Figueirense - 83%
3º - Portuguesa - 62%
4º - Náutico - 43%
5º - Fluminense - 42%
6º - Vasco - 41%
7º - Atlético-PR - 23%
8º - Santos - 8%

Related Posts with Thumbnails