boo-box

terça-feira, 30 de setembro de 2008

Balada faz o São Paulo cortar cabeças e perder a paz na reta final do Brasileiro

Tudo o que o torcedor são-paulino mais deseja é que 2008 fique para a história como o ano em que o time ao menos garantiu uma vaguinha na Taça Libertadores de 2009. Sim, porque acreditar na disputa do título, embora os números mostrem o contrário, parece cada vez mais complicado, especialmente com o Palmeiras assumindo a liderança após a última rodada.

Mas se o São Paulo parecia que viveria um clima de relativa tranqüilidade após a suada vitória diante do Cruzeiro, a notícia de que cinco jogadores foram para a balada e perderam a hora da concentração no meio da semana passada desabou como uma bomba no Morumbi. Especialmente porque entre eles estavam Jorge Wagner e Rodrigo, atletas fundamentais para o técnico Muricy Ramalho.

O veterano lateral-esquerdo Júnior também estava na farra, assim como o lateral-direito Éder, o único que de fato foi punido pela diretoria do Tricolor, ao ter seu contrato rescindido. O nome do quinto baladeiro não foi divulgado. As informações foram todas confirmadas pelo superintendente Marco Aurélio Cunha ao repórter Lucien Adedo e publicadas na edição desta terça-feira (30/09) do Diário de S. Paulo.

Depois de derrapar na própria arrogância e fracassar ao tentar recuperar jogadores como Carlos Alberto, Fábio Santos e até mesmo o "Imperador" Adriano (este pelo menos marcou alguns gols importantes), tudo o que o São Paulo não precisava neste momento era mais uma balada fora de hora.

segunda-feira, 29 de setembro de 2008

Confira todos os campeões da Copa América masculina de vôlei

1998 (Argentina) - Brasil
1999 (EUA) - Brasil
2000 (Brasil) - Cuba
2001 (Argentina) - Brasil
2005 (Brasil) - EUA
2007 (Brasil) - EUA
2008 (Brasil) - Cuba

Seleção masculina de vôlei termina a temporada de 2008 sem ganhar nada

Pode até parecer crueldade com uma seleção que acostumou (mal) o torcedor com suas conquistas, mas contra fatos e números, os argumentos são bem frágeis: a seleção masculina de vôlei termina a temporada 2008 em um jejum de títulos inédito neste século.

Ao ser derrotada por uma inexperiente seleção de Cuba por 3 sets a 2, na final da Copa América, a equipe do Brasil encerrou sua participação em 2008 sem faturar nenhum título.

A última vez que isso havia ocorrido ainda tinha sido no século 20, quando o time dirigido por Radamés Latarri passou a temporada de 2000 sem ganhar nenhuma competição: foi vice-campeão da Copa América (realizada no Brasil), ficou em 3º lugar na Liga Mundial e em 6º nas Olimpíadas de Sydney (Aus).

Este ano, sob o comando do técnico Bernardinho, a seleção brasileira foi vice-campeã dos Jogos Olímpicos de Pequim e da Copa América, além de ter ficado em 4º lugar na Liga Mundial.

Foto: Rodrigão ergue o troféui de vice--campeão

Crédito: Alexandre Arruda/Divulgação CBV

Série B-08: a campanha do Corinthians ainda não é a melhor do futebol mundial

Tudo começou com uma provocação do editor executivo do Diário de S. Paulo, Nelson Nunes: a campanha brilhante que o Corinthians vem realizando no Campeonato Brasileiro da Série B seria a melhor do futebol mundial. Embora reconheça que a caminhada alvinegra de volta à elite do futebol brasileiro esteja perto da perfeição (só perdeu duas das 28 partidas que disputou), é bom ir um pouco devagar nos devaneios.

Para tentar realizar uma comparação razoável, este blog adotou como critério básico pegar os desempenhos das equipes que foram campeãs da primeira e segunda divisões das seis principais ligas européias na temporada 2007/08 - não teria cabimento comparar com as temporadas em andamento, pois se a Série B está quase no final, a temporada no Velho Continente acabou de começar.

Com isso, pode-se dizer tranqüilamente que o desempenho do Timão é de dar inveja a vários destes campeões, mas está longe de ser a melhor do mundo - ao menos por enquanto, é bom deixar claro!


Até agora, o Corinthians, em 28 jogos, somou 62 pontos ganhos, o que dá 73,8% de aproveitamento. Em relação aos campeões das segundonas da Inglaterra, Itália, Alemanha, Portugal, Espanha e França, o time de Parque São Jorge deixa todos no chinelo.

Em compensação, quando a comparação é feita com os campeões nacionais, o buraco é mais embaixo: somente o Lyon, que faturou o Campeonato Francês 2007/08, teve desempenho abaixo do que o Timão vem mostrando na Série B do Brasileiro.

Abaixo, a comparação do desempenho do Corinthians com todos os campeões das segundonas nas principais ligas européias na temporada 2007/08:

Corinthians - 73,8% (após 27/09)
West Bromwich (Inglaterra) - 58,7%
Chievo (Itália) - 67,4%
Borussia Moechengladbach (Alemanha) - 64,7%
Numancia (Espanha) - 61,1%
Trofeense (Portugal) - 57,7%
Le Havre (França) - 68,4%

Agora, a comparação do desempenho do Timão com os campeões das principais ligas da Europa em 2007/08:

Corinthians - 73,8% (após 27/09)
Manchester United (Inglaterra) - 76,3%
Internazionale (Itália) - 74,5%
Bayern Munique (Alemanha) - 74,5%
Real Madrid (Espanha) - 76,3%
Porto (Portugal) - 76,6%
Lyon (França) - 69,2%

Lambança da Ferrari pode ter decidido o título do Mundial de Pilotos de 2008

A cena da foto acima dispensa palavras. A Ferrari mais uma vez jogou no lixo uma corrida que prometia ser brilhante para Felipe Massa. O erro cometido no pit stop na 17ª volta do GP de Cingapura é um daqueles que vai entrar para a história como uma das maiores lambanças já cometidas por uma escuderia de Fórmula 1.

Os sete pontos de diferença entre Lewis Hamilton e Massa na classificação do Mundial de Pilotos deste ano não são impossíveis de serem recuperados. Mas que ficou muito mais complicado, isso também é verdade.

Fico imaginando o que não falaram na orelha do mecânico italiano que apertou o botão verde do tal aviso eletrônico do pit stop antes da hora...se é que este mecânico ainda estará empregado nesta segunda-feira!

Foto: Autosport.com

sábado, 27 de setembro de 2008

CBB anuncia planejamento de ciclo olímpico da seleção masculina. Mas se vai usá-lo é outra história

A assessoria de imprensa da Confederação Brasileira de Basquete (CBB) anunciou nesta sexta-feira, com toda a pompa, o planejamento do próximo ciclo olímpico 2009/2012 da seleção masculina. Participaram da elaboração deste plano o técnico espanhol Moncho Monsalve (sim, ele vai continuar!), o assistente técnico José Neto, o presidente da CBB, Gerasime Boziks, o grego, além de outros cartolas e integrantes da comissão técnica.

Pela programação anunciada, a seleção terá em 2009 quatro competições: Torneio Super Four (na Argentina), amistosos (no Brasil), Copa Tuto Marchand (em Porto Rico) e a Copa América Pré-Mundial (México); em 2010, terá amistosos (no Brasil), 44º Campeonato Sul-Americano e o Campeonato Mundial (na Turquia); em 2011, mais amistosos (no Brasil), 16º Jogos Pan-Americanos (em Guadalajara - México) e Torneio Pré-Olímpico das Américas; por fim, em 2012, foi programado outra sequência de amistosos (no Brasil), Torneio Pré-Olímpico Mundial e Jogos Olímpicos de Londres.

Já tem gente que, maldosamente, diz que o ciclo olímpico da CBB dura 16 anos, justamente o período que a seleção masculina não consegue classificação para uma edição de Jogos Olímpicos (a última vez foi em Atlanta-1996).

Do blog do Menon

O grande Luís Augusto Simon publicou em seu blog um texto brilhante, no qual tenta chegar a uma conclusão para a falta de apelo que a seleção brasileira de futebol vem despertando no torcedor. Diga-se de passagem, concordo100% com o Menon

FALTA CÉREBRO, CARISMA E AMOR PRÓPRIO

Descobri porque a seleção virou um coisa de segundo nível e de menor importância. Talvez vocês já tivessem chegado à alguma conclusão parecida antes, mas como sou mais lento.....

1) A Seleção deixou de ser o ápice futebolístico e financeiro para os jogadores. Para conseguir um clube no Exterior, já não é preciso ter feito carreira na seleção. O mercado se abriu e ficou fácil. Vagner Love e Jô, por exemplo, são jogadores médios e ficaram riquíssimos lá fora. E tem gente pior do que eles.

2) Para os jogadores brasileiros na Europa, é muito importante ganhar a Champions League. Ponto. A Copa do Mundo é acessório. Um cara que está no Milan, ao lado de grandes jogadores do Mundo, precisa ir ao Mundial ser famoso.

3) Vivemos uma safra de jogadores totalmente sem carisma e imbecilizados. Vamos ver alguns casos:

1) Ronaldinho Gaúcho - O cara não soube se impor na última Copa. Dar um chega para lá em Ronaldão, Kaká, Adriano e outros. Dizer, sai para lá que aqui quem manda sou eu. A responsabilidade é minha e quero jogar no meu lugar. Nada disso. Não jogou nada. Agora, teve uma nova chance na Olimpíada. Não jogou nada. E, na hora de receber a medalha de bronze, foi atender ao celular.

2) Robinho - Como a Soninha e o Serginho Groisman, pertence à tribo Peter Pan. Não cresce nunca. Chantageou o Santos para ir ao Real Madrid. Chantageou o Real Madrid para ir ao Manchester Citey.

3) Ronaldo - Acabou.

4) Kaká - Dá dinheiro a bispo estelionatário e casou virgem.

5) Dos outros todos, quem tem alguma atitude guerreira em campo? Diego, mas não joga muito bem. Lúcio e Juan, mas são zagueiros. Só. Quem vai chegar a algum lugar com Elano, Maicon, Kleber, Josué, Mineiro, Hernanes.......

sexta-feira, 26 de setembro de 2008

SuperSurf 2008 chega ao final e terá a presença de capas da Playboy

Considerado o maior campeonato de surfe do Brasil, o SuperSurf 2008 chega à sua etapa final neste final de semana, na praia da Barra da Tijuca (RJ). No masculino, a briga está acirrada entre o catarinense William Cardoso , o paraibano Jano Belo e o carioca Gustavo Fernandes, enquanto que no feminino, a cearense Tita Tavares lidera o ranking com boa vantagem sobre a paulista Suelen Naraisa e a paraibana Diana Cristina.

Mas a atenção da galera masculina estará dividida entre as disputas na água e duas capas da Playboy presentes ao evento: a ex-BBB Giselle Soares, estrela da edição de setembro, e a atriz Ana Paula Tabalipa, cujo ensaio estará nas bancas em outubro. Ana Paula irá prestigiar o evento neste sábado (27/9), a partir do meio-dia, enquanto Giselle estará na Barra da Tijuca a partir das 10h de domingo (28/9).

Seleção masculina de vôlei tenta achar seu rumo após a prata nos Jogos de Pequim

Coluna Diário Esportivo, publicada na edição de 26 de setembro do Diário de S. Paulo

Começar de novo


Vamos falar a verdade: a Copa América masculina de vôlei, que está sendo realizada em Cuiabá (MT), não vale nada, serve apenas para cumprir o calendário. Mas para a seleção brasileira, vale muito, especialmente para quem ainda tenta curar as feridas abertas após a derrota na final olímpica em Pequim, diante dos Estados Unidos.

Para um time como o Brasil, que desde 2001 acostumou-se a ganhar praticamente tudo o que disputou, o torneio continental é uma bela oportunidade para não encerrar a temporada sem um título.

Contudo, mais importante do que faturar outra taça é a possibilidade de iniciar um profundo trabalho de renovação. Sim, que ninguém se iluda: para a seleção brasileira comandada pelo técnico Bernardinho retomar a trilha das vitórias, só mesmo rejuvenecendo a equipe.

Gustavo e Ânderson já tinham se despedido após a prata em Pequim, sem falar que o capitão Giba e o líbero Escadinha dificilmente continuarão após o Mundial de 2010, marcado para a Itália. Por isso, Bernardinho aproveita a Copa América para apresentar novas caras, como os opostos Leandrão e Leandro Vissoto, os centrais Gustavão e Lucão, além de dar mais bagagem a Bruninho como levantador titular. O caminho para o recomeço da seleção brasileira masculina de vôlei está aberto. Se terá su
cesso ao final da jornada, ainda é muito cedo para dizer.

História de vitórias
A marca alcançada na última quinta-feira por Bernardinho diante do México, a de 250 vitórias no comando da seleção masculina, é digna de todas as homenagens. Que treinador pode se orgulhar de ter alcançado um aproveitamento de 90% à frente de uma equipe? Muito poucos, em qualquer modalidade esportiva. Mas que estes números não escondam alguns acidentes de percursos mal-explicados, como o caso do corte do levantador Ricardinho, às vésperas do Pan-Americano do Rio, em 2007.

Ferreto, o obstinado
Pouca gente se ligou ou ficou sabendo (exceto os leitores do DIÁRIO) que o Catanduva faturou o título do Paulista feminino de basquete no último sábado. Um feito e tanto, especialmente porque o favorito era o Ourinhos (que tentava o quinto título consecutivo), comandado pelo treinador da seleção brasileira, Paulo Bassul. Foi também uma conquista especial para o técnico de Catanduva, o veterano Edson Ferreto, que sem qualquer tipo de marketing pessoal, levou sua equipe a uma conquista histórica à base de muito trabalho.

Sinal amarelo no futsal
O leitor Marco Aurélio Caminoto, de Indaiatuba (SP), quer saber o meu palpite sobre as chances do Brasil na Copa do Mundo de futsal, que acontecerá no Rio e em Brasília a partir do dia 30. O Brasil é favorito, Marco Aurélio. Mas após empatar em 2 a 2 com o Egito, num amistoso, é bom abrir o olho.

A coluna Diário Esportivo, assinada por este blogueiro, é publicada todas às sexta-feiras no Diário de S. Paulo

Foto: Os jogadores da nova seleção brasileira masculina de vôlei comemoram ponto contra a Venezuela
Crédito: Alexandre Arruda/CBV

GP de Cingapura de Fórmula 1: conheça o Circuito Cidade de Cingapura

Circuito Cidade de Cingapura
Traçado:
5.067
m
Número de voltas: 61 (309.087 Km)
Número de curvas: 24 (14 para a esquerda, 10 para a direita)
Velocidade máxima alcançada: cerca de 300 Km/h
Recorde de volta mais rápida: não estabelecido

Recorde de pole position: não estabelecido
Pole em 2007: não houve corrida em 2007
Pódio em 2007: não houve corrida em 2007

quinta-feira, 25 de setembro de 2008

GP de Fórmula 1 aquece o mercado da prostituição em Cingapura

Interessante nota divulgada nesta quinta-feira pela agência de notícias Ansa: a realização do Grande Prêmio de Cingapura de F-1 provocou um aumento considerável na procura dos serviços de prostituas da Cidade de Cingapura.

Uma agência está cobrando 40 mil dólares locais para disponibilizar ao cliente cinco garotas "lindas e educadas" no período de seis horas. Já a The High Society Club, outra agência que oferece serviços de acompanhantes femininas, diz que a procura cresceu 75% nestes dias que precedem a F-1.

"Este é o melhor fim de semana do ano. Os principais clientes são gerentes de empresas ligadas a combustíveis e a assuntos financeiros", explicou Prince Wong, dono da empresa Singapore Escort Service.

Veja a tabela atualizada da Copa Sul-Americana

Após a rodada de ontem, confira como ficou a tabela das oitavas-de-final da Copa Sul-Americana, clicando aqui.

quarta-feira, 24 de setembro de 2008

Confira a tabela da Copa América de vôlei

Fase preliminar
1ª rodada - 24/09
18h - EUA 2 x 3 Cuba (Grupo A)
21h - Brasil 3 x 0 México (Grupo B)

2ª rodada - 25/09

18h - EUA 2 x 3 Argentina (Grupo A)
21h - Brasil 3 x 0 Venezuela (Grupo B)

3ª rodada - 26/09

18h - Cuba 3 x 0 Argentina (Grupo A)
21h - Venezuela 3 x 0 México (Grupo B)

Semifinal - 27/09
16h - Venezuela 2 x 3 Cuba
19h - Brasil 3 x 0 Argentina
21h - México 0 x 3 EUA (decisão do 5º lugar)

Decisão do 3º lugar - 28/09
8h30 - Venezuela 3 x 0 Argentina

Final - 28/09
12h30 - Brasil 2 x 3 Cuba

*obs: Horário de Brasília

Vôlei: Bernardinho alcançará marca histórica na estréia da Copa América

Pense rápido: quantos técnicos que você conhece, não importa a modalidade esportiva, já conquistaram 250 vitórias no comando de seu time? Poucos, muito poucos.

Nesta quarta-feira (24/9), quando a seleção brasileira masculina de vôlei enfrentará o fraco time do México, na abertura da Copa América, em Cuiabá (MT), o técnico Bernardinho certamente assistirá a 250ª vitória do time brasileiro desde que assumiu o comando da equipe, em 2001.

Embora ainda com uma certa ressaca após a derrota na final olímpica para os EUA, Bernardinho atingiu um patamar que poucos treinadores alcançaram ou sequer alcançarão. Todos estes triunfos representam nada menos do que 90% de aproveitamento, uma marca fantástica.

Os números, contudo, não devem jamais esconder os erros de percurso na trajetória de Bernardinho no comando da seleção brasileira, como o até hoje mal resolvido episódio do corte de Ricardinho, às vésperas do Pan-Americano.

Copa Sul-Americana: saiba mais sobre o Sport Ancash, adversário do Palmeiras


Nome: Sport Ancash
Fundação: 22 de abril de 1967
Cidade: Huaraz, distante 420 quilômetros ao norte da capital Lima (Peru)
Estádio: Rosas Pampa
Capacidade: 8 mil pessoas
Posição no Torneio Clausura: atual 6º colocado, com cinco vitórias, três empates e três derrotas
Destaques do time: os meias brasileiros Ronaille Calheira e Valtencir Ribeiro e a dupla de ataque, formada por Javier Martinez e Carlos Flores
Técnico: Antonio Alzamendi (Uruguai)


*dados levantados pelo companheiro Fábio Salgueiro e publicados na edição desta quarta-feira (24/9) do Diário de S. Paulo

Sul-Americana não empolga nem o Ancash

Que a Copa Sul-Americana é um torneio de segunda categoria, tudo mundo já está careca de saber. Deficitária e disputada fora de época (deveria ser jogada junto com a Libertadores), a competição não empolga ninguém. O problema é quando não consegue seduzir nem os obscuros times da América do Sul.

Na edição desta quarta-feira da Folha de S. Paulo, o presidente do Sport Ancash, adversário desta noite do Palmeiras, detona abertamente o segundo torneio de clubes em grau de importância da Conmebol. "Para o Ancash, não convém estar na Sul-Americana porque implica uma série de gastos que não estamos em condições de lidar".

Meu Deus, quando até um Sport Ancash da vida menospreza a Copa Sul-Americana...

terça-feira, 23 de setembro de 2008

Não tem mais bobo nem no futsal

A seleção brasileira de futebol de salão, que se prepara para a disputa da Copa do Mundo da modalidade, que será realizada no Rio de Janeiro e em Brasília a partir do dia 30/9, sentiu na própria pele o significado daquela expressão tão batida "não tem mais bobo no futebol". No caso, no futsal...

Em seu último amistoso antes de começar o Mundial, o time brasileiro não passou de um empate em 2 a 2 com a apenas esforçada seleção do Egito, na última segunda-feira (22/9), em Uberlândia.

Só como curiosidade, o Egito participará pela quarta vez da Copa do Mundo de futsal e tenta repetir o feito do Mundial da Guatemala-00, quando o time africano classificou-se para a segunda fase do torneio.

O empate para o Brasil neste amistoso foi tão desastroso que o craque Falcão admitiu que seria difícil dormir após este 2 a 2 contra os egípcios.

Foto: Falcão disputa bola com jogador do Egito
Crédito: Divulgação/CBFS

Brasil encara Uruguai ou Colômbia na segundona da Copa Davis em 2009

Beneficiado pela permanência do Chile no Grupo Mundial, o Brasil terá vida relativamente fácil na Copa Davis de 2009. Cabeça-de-chave do Grupo 1 da Zona Americana (a famosa segunda divisão), o time brasileiro folgará na primeira rodada, esperando a definição de Uruguai ou Colômbia como adversário na etapa seguinte.

Em caso de vitória, o Brasil voltará a disputar a repescagem com os perdedores da primeira rodada do Grupo Mundial e os demais classificados dos zonais continentais.

A chave da Zona Americana - Grupo 1 ficou assim:
Brasil x Bye
Colômbia x Uruguai
Canadá x Equador
Bye x Peru

Nesta terça-feira também foi sorteado o Grupo Mundial, a divisão de elite da Copa Davis. Veja a chave:
Argentina x Holanda
Rep. Tcheca x França
EUA x Suíça
Croácia x Chile
Suécia x Israel
Romênia x Rússia
Alemanha x Áustria
Espanha x Sérvia

Confira os demais grupos no site oficial da Copa Davis.

Grêmio será o grande "cavalo paraguaio" do Brasileirão, garante o internauta

Ainda sobrevivendo como líder do Campeonato Brasileiro, o Grêmio deverá ter vida curta como protagonista do torneio. Para a maioria dos internautas que freqüentam o blog, 33% para ser mais preciso, o Tricolor gaúcho será o "cavalo paraguaio" do atual Brasileirão.

Outro time que ninguém bota fé é o Flamengo, segundo colocado com 22% dos votos. Mais um carioca, o Botafogo, aparece em terceiro, na opinião dos blogueiros, com 20% das indicações. São Paulo e Palmeiras surgem empatados na quarta colocação, com 12% de votos. Já o Cruzeiro é o time com menos jeitão de amarelão, lembrado por 10% dos internautas.

Dê uma volta virtual no circuito de Cingapura, próxima etapa da Fórmula 1

Primeira corrida noturna da história da Fórmula 1, o Grande Prêmio de Cingapura promete ser uma verdadeira incógnita para todos os pilotos. E também para os torcedores. Abaixo, para ajudar a acabar com esta curiosidade, veja o vídeo com uma volta virtual feita pelo australiano Mark Webber na pista de rua de Cingapura.


segunda-feira, 22 de setembro de 2008

Paulista feminino de basquete já conhece o seu campeão. Mas você sabia que o campeonato tinha começado?

A torcida de Catanduva passou o último sábado em festa. Depois de 28 anos, a cidade voltou a festejar um título no basquete, após o Catanduva/Açúcar Cometa/Unimed conquistar o Campeonato Paulista feminino de 2008, ao derrotar na final o favorito Ourinhos/Colchões Castor/FIO na quinta e última partida do playoff decisivo, quebrando uma hegemonia do rival, atual tetracampeão estadual.

O problema é que fora a população de Catanduva e região, além de alguns abnegados, pouca gente soube deste feito.

Há muito tempo que o basquete deixou de freqüentar as principais manchetes de jornais e programas de TV. Apenas quando é para falar de crise, como foi no episódio de Iziane, no Pré-Olímpico mundial (relembre aqui). Com apenas um canal a cabo (ESPN Brasil) transmitindo as partidas, sem ídolos e pouca divulgação, o Paulista feminino de basquete é quase que um campeonato-fantasma!


Sobre a conquista de Catanduva, deve-se ressaltar o excelente trabalho do técnico Edson Ferreto, que sem marketing algum costuma tirar "leite de pedra" das equipes que comanda, e a atuação da armadora Natália, grande nome da série final. No quinto jogo, ela fez 20 pontos e realizou quatro assistências. Agora, seguindo a tradição do êxodo das quadras brasileiras, ela está se transferindo para a Letônia, onde defenderá o Riga Letônia.

Foto: Notícia da Manhã

sexta-feira, 19 de setembro de 2008

Ginástica artística precisa acabar com os barracos e esclarecer o caso Jade Barbosa

Coluna Diário Esportivo, publicada na edição de 19 de setembro do Diário de S. Paulo

Caso Jade Barbosa ainda está muito mal explicado

É incrível como o esporte olímpico brasileiro parece necessitar de polêmicas para ficar em evidência. No país da monocultura esportiva, se não for época de Olimpíadas ou Pan-Americanos, só mesmo com um belo barraco para o grande público se interessar por algo que não seja um jogo de futebol. No caso em questão, um barraco que pode abalar a estrutura de uma modalidade que até então fazia um trabalho irretocável.

O caso envolvendo Jade Barbosa (foto) e a Confederação Brasileira de Ginástica (CBG) já deixou de ser um episódio isolado envolvendo rusgas entre atleta e cartolas. No início, quando o pai da ginasta, Carlos Barbosa, acusou a CBG de fazer com que sua filha participasse dos Jogos de Pequim com uma séria contusão no pulso direito, a primeira coisa que me veio à mente era que tentavam encontrar desculpas pelo fato de Jade não ter chegado ao pódio olímpico – um absurdo, diga-se de passagem, ela não deve desculpas a ninguém.

O problema é que já começam a aparecer outros casos que deixam o trabalho da CBG (que vem sendo o mais bem sucedido no esporte brasileiro, depois do vôlei) sob suspeita. Reportagem publicada pelo site Uol Esportes nesta semana traz mais dois casos com ginastas que integraram a seleção brasileira permanente e teriam sofrido com negligência médica e maus tratos. Maíra dos Santos Silva diz que precisou fazer uma cirurgia no ombro porque estava com os ligamentos rompidos e que a entidade foi omissa em relação ao seu tratamento. Já Roberta Monari, que hoje faz parte do Cirque do Soleil, no Canadá, passou a temporada de 2006 reclamando de dores no pé direito e após sofrer uma queda simples, constatou-se que todos os ligamentos estavam rompidos, apesar das queixas constantes de dores.

E o que a CBG diz de tudo isso? Apenas retruca, dizendo que se tratam de críticas oportunistas e que até então a entidade fazia um trabalho de excelência. Respostas evasivas demais quando o assunto envolve a saúde de um atleta. Ou a CBG esclarece tudo isso ou sua imagem ficará abalada.

Só uma perguntinha

Apesar da gravidade da situação exposta acima, uma questão não me sai da cabeça: por que é que Jade Barbosa não reclamou publicamente das fortes dores no punho antes das Olimpíadas?

Os dois mundos do vôlei
A medalha de ouro obtida pela seleção feminina de vôlei em Pequim ainda está longe de trazer efeitos benéficos no mercado interno. A bela reportagem de José Eduardo Martins publicada pelo DIÁRIO no último domingo serve como ótimo exemplo. Enquanto a CBV festeja os milhões de reais em caixa, os clubes disputam campeonatos estaduais deficitários e desmotivantes.


A coluna Diário Esportivo, assinada por este blogueiro, é publicada todas às sexta-feiras no Diário de S. Paulo

Foto: Alaor Filho/Divulgação COB (10/08/2008)

quinta-feira, 18 de setembro de 2008

Confira quais serão os confrontos das oitavas-de-final da Copa Sul-Americana

Quatro clubes brasileiros ainda permanecem na luta pelo título da Copa Sul-Americana. Até hoje, desde a primeira edição do torneio, em 2002, nenhum time do Brasil conquistou o título.

E com a classificação da LDU nesta quinta-feira à noite, após a derrota para o Bolívar por 2 a 1 (havia vencido o jogo de ida por 4 a 2), foram definidos todos os confrontos das 8ª-de-final da competição.

Entre os brasileiros, o duelo aparentemente mais tranqüilo é o do Palmeiras, que terá pela frente o desconhecido time peruano Sport Ancash; o Internacional vai encarar o Universidad Católica, do Chile; o Botafogo não deve encontrar moleza diante do América de Cali, da Colômbia; e o Atlético-PR pegou a maior pedreira, o Chivas, do México.

Os demais confrontos: LDU (Equ) x Boca Juniors (Arg), Defensor Sporting (Uru) x River Plate (Arg), Arsenal (Arg) x Estudiantes (Arg) e San Luis (Mex) x Argentino Jrs (Arg).

Os jogos das 8ª-de-final estão marcados para ocorrer entre os dias 24/9 e 1º/10

Confira aqui a tabela atualizada da Copa Sul-Americana.

Renato Gaúcho aceita a missão de evitar que o Vasco vá para a Série B

O Vasco anunciou na noite desta quinta-feira que Renato Gaúcho será o substituto de Tita, que entregou o cargo após a eliminação para o Palmeiras na Copa Sul-Americana.

O maior desafio de Renato será evitar que o Vasco seja rebaixado para a Série B. O treinador já comandou o time cruzmaltino entre 2005 e 2007. Seu maior feito foi o de ter chegado à decisão da Copa do Brasil de 2006, quando perdeu o título para o Flamengo.

Clique aqui para acompanhar as mudanças de treinadores nas outras equipes que disputam o Campeonato Brasileiro de 2008.

CBB divulga tabela do Nacional feminino

A Confederação Brasileira de Basquete (CBB) divulgou nesta quinta-feira a tabela do 11º Campeonato Nacional feminino, cuja abertura está marcada para o próximo dia 7 de outubro.

Com apenas nove participantes, o torneio conta com seis times de São Paulo (Catanduva/Unimed, Santo André, Ourinhos/Unimed, São Bernardo/Metodista, São Caetano e Americana/Unimed), um do Rio de Janeiro (Mangueira/Petrobras), um de Pernambuco (Sport/Faculdade Maurício de Nassau) e um de Santa Catarina (Florianópolis/ADIEE).

Na primeira fase, todos os clubes se enfrentam em turno e returno, com os oito primeiros (sim, somente um time será eliminado na fase inicial!) disputarão os mata-matas.

A primeira rodada do Nacional feminino terá as seguintes partidas:

1ª semana

7/10 Mangueira x Florianópolis - 18h - Rio de Janeiro
7/10 Sport x São Bernardo - 19h30 - Recife
7/10 Americana x Ourinhos - 20h - Americana
7/10 São Caetano x Catanduva - 20h - São Caetano
8/10 Santo André x Catanduva - 20h - Santo André
9/10 Mangueira x São Bernardo - 18h - Rio de Janeiro
9/10 Sport x Florianópolis - 19h30 - Recife
9/10 São Caetano x Ourinhos - 20h - São Caetano
10/10 Americana x Catanduva - 20h - Americana
10/10 Santo André x Ourinhos - 20h - Santo André

Confira a tabela completa do 11º Nacional feminino no site da CBB.

Copa da Uefa: confira a lista de campeões

1971/72 - Tottenham Hotspur (ING)
1972/73 - Liverpool (ING)
1973/74 - Feyenoord (HOL)
1974/75 - Borussia Mönchengladbach (ALE)
1975/76 - Liverpool (ING)

1976/77 - Juventus (ITA)
1977/78 - PSV Eindhoven (HOL)
1978/79 - Borussia Mönchengladbach (ALE)
1979/80 - Eintracht Frankfurt (ALE)
1980/81 - Ipswich Town (ING)
1981/82 - IFK Götenborg (SUE)
1982/83 - Anderlecht (BEL)
1983/84 - Tottenham Hotspur (ING)
1984/85 - Real Madrid (ESP)
1985/86 - Real Madrid (ESP)
1986/87 - IFK Götenborg (SUE)
1987/88 - Bayer Leverkusen (ALE)
1988/89 - Napoli (ITA)
1989/90 - Juventus (ITA)
1990/91 - Internazionale (ITA)
1991/92 - Ajax (HOL)
1992/93 - Juventus (ITA)
1993/94 - Internazionale (ITA)
1994/95 - Parma (ITA)
1995/96 - Bayern Munique (ALE)
1996/97 - Schalke 04 (ALE)
1997/98 - Internazionale (ITA)
1998/99 - Parma (ITA)
1999/00 - Galatasaray (TUR)
2000/01 - Liverpool (ING)
2001/02 - Feyenoord (HOL)
2002/03 - Valencia (ESP)
2003/04 - CSKA (Rus)
2004/05 - Sevilla (ESP)
2005/06 - Sevilla (ESP)
2006/07 - Zenit (RUS)

Copa da Uefa: começa a Sul-Americana dos clubes europeus

Tá bom, reconheço que o título do post é uma baita de uma heresia, mas não deu pra resistir na comparação. Embora, se for feita uma análise minuciosa dos times participantes, muitas das equipes que integram a Copa da Uefa, que começa nesta quinta-feira, não são muito melhores do que os times da Sul-Americana.

Sem a mesma badalação da Liga dos Campeões, a Copa da Uefa na prática é uma competição que serve de consolo para os grandes que não conseguiram alcançar a primeira. E para os times médios e/ou pequenos do continente europeu, dá a oportunidade para quem sabe descolar uma chance de aparecer e brilhar. Como foi o caso dos russos do Zenit, atuais campeões do torneio.

O torcedor brasileiro irá acompanhar o Copa da Uefa com algum interesse nesta temporada 2008/09. Afinal, vários jogadores que integram ou já integram a seleção brasileira estarão em campo, como a turma do Milan (Dida, Emerson, Kaká, Ronaldinho Gaúcho e Alexandre Pato), Manchester City (Robinho, Elano e Jô), Wolsfburg (Josué e Grafite), Sevilla (Luís Fabiano, Renato e Adriano), Valencia (Renan e Edu), Tottenham (Gomes), Benfica (Luisão) e Hamburgo (Alex Silva e Thiago Neves).

Eliminação na Copa Sul-Americana custa o emprego de Tita no Vasco da Gama

A derrota de 3 a 0 para o Palmeiras não custou ao Vasco da Gama apenas a eliminação na Copa Sul-Americana. Nos vestiários, o técnico Tita entregou o cargo ao presidente Roberto Dinamite.

Por enquanto, o Vasco ainda não tem técnico para comandar a equipe na partida de domingo, pelo Brasileirão, diante do mesmo Palmeiras. Tita chegou ao clube cruzmaltino no dia 7 de agosto, em lugar de Antonio Lopes.

Clique aqui para acompanhar as mudanças de treinadores nas outras equipes que disputam o Campeonato Brasileiro de 2008.

quarta-feira, 17 de setembro de 2008

Grande Prêmio do Brasil de F-1 vai atrasar o jogo da Globo pelo Brasileirão

Anote bem para as partidas abaixo, marcadas para o próximo dia 2 de novembro:
Fluminense x Vasco
Grêmio x Figueirense
Goiás x Cruzeiro
Santos x Palmeiras
Atlético-PR x Sport
Náutico x Vitória
Flamengo x Portuguesa
Ipatinga x Coritiba
Atlético-MG x Botafogo
São Paulo x Internacional

Esta rodada do Brasileirão, que será a 33ª, certamente não terá jogos começando às 16h. Ou pelo menos os que mais interessarem para a televisão. E o motivo disso é o Grande Prêmio do Brasil de Fórmula 1, cuja prova marcará o encerramento da temporada de 2008.

Nesta quarta-feira, ficou definido após uma reunião em Londres envolvendo o chefão da F-1, o inglês Bernie Ecclestone, o promotor do GP do Brasil, Tamas Rohonyi, e três executivos da TV Globo, que o horário de largada da corrida será às 15 horas.

O motivo da decisão - que por tabela causará um conflito com o tradicional horário das 16h do futebol de domingo - é que a Europa estará três horas à frente do Brasil (que está em pleno horário de verão), com a corrida começando às 18h locais. Em 2007, a prova também aconteceu neste mesmo horário para o continente europeu e foram registrados ótimos índices de audiência.

E como a prova tem tudo para decidir o título do Mundial de Pilotos, resolveram confirmar a largada para às 15h (horário de Brasília).


Azar da Globo, que terá que atrasar toda a sua programação em uma hora.

Lembra da famosa Copa Sul-Americana? Pois é, hoje tem jogo...

A Copa Sul-Americana, aquele torneio que os clubes brasileiros tanto almejam alcançar, mas que depois que alcançam, desprezam sem o menor constrangimento (relembre aqui), está a pleno vapor. Pois é, você não sabia? Mas hoje tem Palmeiras x Vasco, no Palestra Itália, às 22h.

Enquanto a Copa Sul-Americana for colocada de forma estúpida no segundo semestre, quando o correto seria disputá-la ao mesmo tempo que a Libertadores, a Sul-Americana permanecerá como um torneio quase secreto. Ao menos no Brasil.


Confira aqui a tabela atualizada da Copa Sul-Americana.

terça-feira, 16 de setembro de 2008

Mecenas anônimo garante Santo André no Nacional feminino de basquete

Informa o Diário do Grande ABC que o Santo André, um dos mais tradicionais clubes do basquete feminino do Brasil, por pouco não ficou fora do próximo Campeonato Nacional, com início previsto para 7 de outubro. A participação no torneio, que terá a presença de apenas 9 equipes, só foi assegurada na última quarta-feira, horas antes do encerramento do prazo, graças a um patrocinador anônimo, que bancou a inscrição da equipe.

Este verdadeiro mecenas, amigo da técnica Laís Elena, pagou R$ 30 mil, que irão bancar despesas de hospedagem e arbitragem. Como a CBB (Confederação Brasileira de Basquete) banca o transporte, o Santo André terá como único gasto os salários, bancados com verba da prefeitura da cidade.

O time do ABC, que disputou as 10 edições do Nacional feminino, não consegue fechar com um patrocinador desde 2001.

Quando uma equipe com a tradição do Santo André não consegue patrocínio, é porque a coisa está mesmo feia no basquete do Brasil.

Mário Sérgio retorna ao Figueirense

O técnico Mário Sérgio foi apresentado nesta terça-feira como novo treinador do Figueirense para o restante da disputa do Campeonato Brasileiro. Ele chega no lugar de PC Gusmão, demitido após a goleada de 5 a 0 para o Sport Recife, no último domingo.

Será a segunda passagem de Mário Sérgio no comando da equipe catarinense. A primeira foi no ano passado, quando levou o Figueirense ao vice-campeonato da Copa do Brasil.

Clique aqui para acompanhar as mudanças de treinadores nas outras equipes que disputam o Campeonato Brasileiro de 2008.

Liga dos Campeões: veja a relação de todos os campeões do torneio

1955/56 - Real Madrid (ESP)
1956/57 - Real Madrid (ESP)
1957/58 - Real Madrid (ESP)
1958/59 - Real Madrid (ESP)
1959/60 - Real Madrid (ESP)
1960/61 - Benfica (POR)
1961/62 - Benfica (POR)
1962/63 - Milan (ITA)
1963/64 - Internazionale (ITA)
1964/65 - Internazionale (ITA)
1965/66 - Real Madrid (ESP)
1966/67 - Celtic (ESC)
1967/68 - Manchester United (ING)
1968/69 - Milan (ITA)
1969/70 - Feyenoord (HOL)
1970/71 - Ajax (HOL)
1971/72 - Ajax (Hol)
1972/73 - Ajax (HOL)
1973/74 - Bayern Munique (ALE)
1974/75 - Bayern Munique (ALE)
1975/76 - Bayern Munique (ALE)
1976/77 - Liverpool (ING)
1977/78 - Liverpool (ING)
1978/79 - Nottingham Forest (ING)
1979/80 - Nottingham Forest (ING)
1980/81 - Liverpool (ING)
1981/82 - Aston Villa (ING)
1982/83 - Hamburgo (ALE)
1983/84 - Liverpool (ING)
1984/85 - Juventus (ITA)
1985/86 - Steua Bucareste (ROM)
1986/87 - Porto (POR)
1987/88 - PSV Eindhoven (HOL)
1988/89 - Milan (ITA)
1989/90 - Milan (ITA)
1990/91 - Estrela Vermelha (IUG)
1991/92 - Barcelona (ESP)
1992/93 - Olympique de Marselha (FRA)
1993/94 - Milan (ITA)
1994/95 - Ajax (HOL)
1995/96 - Juventus (ITA)
1996/97 - Borussia Dortmund (ALE)
1997/98 - Real Madrid (ESP)
1998/99 - Manchester United (ING)
1999/00 - Real Madrid (ESP)
2000/01 - Bayern Munique (ALE)
2001/02 - Real Madrid (ESP)
2002/03 - Milan (ITA)
2003/04 - Porto (POR)
2004/05 - Liverpool (ING)
2005/06 - Barcelona (ESP)
2006/07 - Milan (ITA)
2007/08 - Manchester United (ING)

Liga dos Campeões: conheça algumas curiosidades e estatísticas do torneio

Mais badalado e milionário torneio interclubes do mundo, a edição 2008/09 da Liga dos Campeões da Uefa começa hoje a sua fase principal.

Conheça abaixo algumas curiosidades e estatísticas da competição, que é quase um Mundial de Clubes, sem a presença de times brasileiros e argentinos:

  • O Real Madrid (Esp) lidera o ranking de pontos da competição, que foi disputada pela primeira vez desde a temporada 55/56. Com 38 participações, os merengues já conquistaram 581 pontos, em 306 partidas disputadas. O segundo colocado é o Milan (Ita), com 23 participações e 386 pontos ganhos;
  • O Real Madrid e o Dinamo Kiev (Ucr) são os clubes que mais vezes participaram consecutivamente da Liga dos Campeões. O Real participou de 1955/56 a 1969/70, enquanto o Dinamo esteve presente entre 1993/94 a 2007/08;
  • A maior invencibilidade no torneio pertence ao Ajax (Hol), que ficou 20 jogos sem sofrer derrotas, entre 1986 e 1996;
  • O jogador que mais vezes conquistou a Liga dos Campeões foi o espanhol Gento López, que pelo Real Madrid levantou as taças de 1956/57/58/59/60/66;
  • O técnico que mais vezes venceu a Liga foi o inglês Bob Paisley, que pelo Liverpool (Ing) venceu em 1977/78/81;
  • O italiano Paolo Maldini, do Milan, foi o jogador que mais atuou na competição: 152 partidas;
  • O escocês Alex Ferguson é o treinador com maior número de partidas no torneio. Sob o comando do Manchester United, ele participou de 197 jogos;
  • O brasileiro que mais marcou gols numa única temporada da Liga dos Campeões foi Mazzola, que em 1962/63 fez 14 gols pelo Milan;
  • O brasileiro que mais gols marcou na história da Liga dos Campeões foi o meia Rivaldo, que entre as temporadas 1998 e 2006 assinalou 27 gols;
  • A maior goleada da história da Liga dos Campeões foi Dinamo Bucarest (Rom) 11 x 0 Crusaders (Irl. Norte), em 1974;
  • O jogo com maior número de gols na história da Liga foi Feyrnoord (Hol) 12 x 2 KR (Isl), em 1970

Fonte: Revista Placar - Guia dos Europeus 2008/2009

segunda-feira, 15 de setembro de 2008

Basquete: Franca comemora patrocínio milionário e Hélio Rubens comete até gafe

Nesta segunda-feira, a equpe masculina de basquete do Franca comemorou um feito considerável, tomando por base a fraqueza da modalidade no Brasil, ao garantir um milionário patrocínio com a operadora de celular Vivo.

Para uma modalidade que há 12 anos não classifica a seleção brasileira para uma edição de Jogos Olímpicos, garantir uma verba mensal entre R$ 110 e R$ 150 mil mensais (cerca de R$ 1,5 milhão/ano) para um time para a temporada 2008/09, mesmo se tratando de uma equipe da tradição de Franca, é realmente de tirar o chapéu!

O problema é que mesmo na hora da festa, sempre tem alguma coisa que acaba destoando. Mesmo que seja para o lado da comédia. Ao fazer o seu discurso de agradecimento, o técnico Hélio Rubens Garcia, que é um verdadeiro ícone do basquete francano, "só" trocou o nome do patrocinador, agradecendo à Claro.

Ao se tocar do fora que havia dado, Hélio não perdeu o rebolado. "Mas é claro que é a Vivo".

Confira a tabela para a Copa das Confederações-09, na África do Sul

Atualizado em 23/11

As oito seleções serão divididas em duas chaves, com quatro equipes em cada uma delas. As duas primeiras de cada grupo avançam às semifinais; os vencedores decidirão o título.

Abaixo, confira o calendário dos jogos:

Grupo A
14/06/09

12h* - África do Sul x Iraque (Johannesburgo)
16h30 - Nova Zelândia x Espanha (Rustenburg)

17/06/09
12h - Espanha x Iraque (Mangaung/Bloemfontein)
16h30 - África do Sul x Nova Zelândia (Rustenburg)
20/06/09
16h30 - Espanha x África do Sul (Mangaung/Bloemfontein)
16h30 - Iraque x Nova Zelândia (Johannesburgo)

Grupo B
15/06/09
12h - Brasil x Egito (Mangaung/Bloemfontein)
16h30 - EUA x Itália (Tswane/Pretoria)
18/06/09
12h - EUA x Brasil (Tswane/Pretoria)
16h30 - Egito x Itália (Johannesburgo)
21/06/09
16h30 - Egito x EUA (Rustenburg)
16h30 - Itália x Brasil (Tswane/Pretoria)

Semifinais
24/06/09
Jogo 13 - 16h30 - 1º A x 2º B (Mangaung/Bloemfontein)
25/06/09
Jogo 14 - 16h30 - 1º B x 2º A (Johannesburgo)

Decisão do 3º lugar
28/06/09
11h - Perd. 13 x Perd. 14 (Rustenburg)
Final
28/06/09
16h30 - Venc. 13 x Venc. 14 (Johannesburgo)

Fifa divulga detalhes da Copa das Confederações e África do Sul fica aliviada

Embora vez ou outra a Fifa solte balões de ensaio na imprensa mundial, dando "recados" a respeito da possibilidade de trocar a sede da Copa do Mundo de 2010, caso a África do Sul não consiga aprontar tudo a tempo da competição, nesta segunda-feira a entidade que comanda o futebol mundial deu a senha que praticamente garante a realização do torneio, ao anunciar o calendário da Copa das Confederações de 2009.

O evento é considerado pela Fifa como teste final para a Copa do Mundo, tanto que é realizado um ano antes dos Mundiais, com o objetivo de checar se todos os aspectos da organização estarão funcionando de acordo com o caderno de encargos.

A Copa das Confederações será disputada por oito seleções, no período de 14 a 28 de junho. Os participantes serão Itália (atual campeã mundial), Brasil (campeão da Copa América de 2007), Espanha (campeã da Eurocopa de 2008), Egito (campeão da Copa das Nações Africanas de 2008), Estados Unidos (campeão da Copa Ouro 2007), Iraque (campeão da Copa da Ásia 2007) e Nova Zelândia (campeã da Copa das Nações da Oceania 2007/08), além da África do Sul (país-sede).

Vexame diante do Sport derruba PC Gusmão do comando do Figueirense

PC Gusmão bem que queria continuar, mas a diretoria do Figueirense pensava exatamente o oposto. Assim, o treinador foi demitido domingo à noite, após a goleada de 5 a 0 para o Sport, em Recife, sendo mais um a participar da dança das cadeiras dos treinadores no Brasileirão.

Clique aqui para acompanhar as mudanças de treinadores nas outras equipes que disputam o Campeonato Brasileiro de 2008.


Ronaldo Fenômeno não voltará a mostrar mais o talento de antes, diz o internauta

O atacante Ronaldo Fenônemo, que se recupera de mais uma cirurgia no joelho, voltará aos gramados, porém sem exibir o talento que o levou a ser escolhido três vezes como o melhor jogador do mundo. Pelo menos esta é a opinião da maioria dos internautas que freqüentam o blog.

Para 50% dos blogueiros, Ronaldo até retornará aos gramados, mas sem brilhar como antes, em virtude das seguidas lesões e da dificuldade em manter o peso.

Outros 25% são mais otimistas e acreditam em mais uma volta por cima do Fenômeno, a exemplo do que ele fez na Copa de 2002. Já os demais 25% são cruéis: para estes internautas, Ronaldo é um ex-jogador em atividade.

Grêmio completa 105 anos. Mas será que o bolo da festa não irá azedar?

Justamente no dia em que completa 105 anos de vida, o Grêmio amanhece nesta segunda-feira vivendo um daqueles dilemas de difícil soluição: será que dá pra mandar encomendar um bolo para comemorar o aniversário ou é melhor segurar a onda, em virtude dos últimos resultados?

Afinal, embora ainda lidere o Brasileirão com 49 pontos, o Tricolor gaúcho já vê o Palmeiras crescendo no retrovisor, com 46. Além disso, neste segundo turno, os gremistas tiveram somente 44,4% de aproveitamento (8 pontos).

Será o efeito Celso Roth que já começa a prevalecer no Olímpico?

domingo, 14 de setembro de 2008

Sebastian Vettel torna-sem o mais jovem piloto a vencer na F-1; veja a lista

Ao conquistar de forma brilhante o GP da Itália de Fórmula 1, o piloto alemão Sebastian Vettel (foto) garantiu seu lugar na história ao tornar-se o mais jovem ganhador de um GP na categoria.

Com 21 anos e dois meses, Vettel superou o espanhol Fernando Alonso, que até este domingo era o mais novo piloto a vencer na F-1, na Hungria em 2003.

Abaixo, a lista dos 20 mais jovens ganhadores na história da Fórmula 1:


  1. Sebastian Vettel (ALE) - 21 anos e 2 meses - Itália/08
  2. Fernando Alonso (ESP) - 22 anos - Hungria/03
  3. Troy Ruttman (EUA) - 22 anos e 2 meses - EUA/52
  4. Bruce McLaren (AUS) - 22 anos e 3 meses - EUA/59
  5. Lewis Hamilton (ING) - 22 anos, 5 meses e 3 dias - Canadá/07
  6. Kimi Raikkonen (FIN) - 23 anos, 5 meses e 6 dias - Malásia/03
  7. Robert Kubica (POL) - 23 anos, 6 meses e 1 dia - Canadá/08
  8. Jack Ickx (BEL) - 23 anos, 6 meses e 6 dias - França/68
  9. Michael Schumacher (ALE) - 23 anos e 7 meses - Bélgica/92
  10. Emerson Fittipaldi (BRA) - 23 anos e 9 meses - EUA/70
  11. Mike Hawthorn (ING) - 24 anos e 2 meses - França/53
  12. Jody Scheckter (AFS) - 24 anos, 4 meses e 11 dias - Suécia/74
  13. Elio De Angelis (ITA) - 24 anos, 4 meses e 20 dias - Áustria/82
  14. David Coulthard (ESC) - 24 anos e 5 meses - Portugal/95
  15. Peter Collins (ING) - 24 anos e 6 meses - Bélgica/56
  16. Jacques Villeneuve (CAN) - 25 anos - Europa/96
  17. Ayrton Senna (BRA) - 25 anos e 1 mês - Portugal/85
  18. Niki Lauda (AUT) - 25 anos e 2 meses - Espanha/74
  19. Felipe Massa (BRA) - 25 anos, 4 meses e 2 dias - Turquia/06
  20. Tony Brooks (ING) - 25 anos, 4 meses e 25 dias - Inglaterra/57

Fonte e foto: Stats F1

sábado, 13 de setembro de 2008

Robinho perde em sua estréia no futebol inglês e vê que o buraco é mais embaixo

No início, parecia que seria uma daquelas estréias memoráveis: logo aos 12 minutos, em uma cobrança de falta, Robinho (foto) marcou seu primeiro gol com a camisa do Manchester City, justamente diante do Chelsea, clube que tentou contratar o atacante brasileiro, aquele que não gosta de respeitar os contratos que assina.

Só que o Campeonato Inglês não é o Espanhol. O Chelsea não é o Espanyol, o Atlético Madrid ou o Bétis. O Chelsea, comandado por Luiz Felipe Scolari, é um dos mais sérios candidatos a brigar pelo título da Liga dos Campões e favoritíssimo na luta pele Premier League.

Assim, o 3 x 1 de virada que o Chelsea impôs ao Figueirense da liga inglesa foi até pouco. E Robinho deve ter começado a pensar que não irão bastar algumas pedaladinhas e uns golzinhos de falta para ele achar que vai abafar na terra da Rainha.

Foto: premierleague.com

Polêmica envolvendo Jade Barbosa ainda está muito longe de terminar

Chega a ser irritante, para não falar outra coisa, esta polêmica envolvendo a ginasta Jade Barbosa, que ao lado do pai acusa a Confederação Brasileira de Ginástica (CBG) de tê-la feito competir nos Jogos Olímpicos de Pequim contundida no pulso direito.

Jade e seu pai deram entrevistas disparando contra a CBG, alegando que a jovem (e chorona) ginasta foi obrigada a se preparar para as Olimpíadas e também disputar os Jogos com uma séria lesão no pulso direito.

Além disso, disseram que o médico da entidade, Mário Namba, até ministrou um medicamento que foi retirado do mercado.

A CBG convocou até coletiva na última sexta-feira para se defender das acusações. E usou um argumento indiscutpível: por que Jade não reclamou com a mesma veemência das dores quando ganhou duas medalhas de prata na etapa de Cottbus (Alemanha), em abril?

O que ninguém ainda disse é que falta transparência neste caso. César Barbosa, pai de Jade, passa por problemas financeiros em sua empresa de arquitetura. E desde o início do ano ele tem entrado em rota de colisão com a CBG por não concordar com o valor de ajuda de custo que era repassado para sua filha.

No final, só quem perde neste caso é Jade Barbosa, cujo futuro na seleção brasileira passa a ser incerto.

sexta-feira, 12 de setembro de 2008

Diário esportivo: segue a coluna de hoje

Pitacos olímpicos (final)

Dizem que o maior defeito do povo brasileiro é não ter memória. Mas para tentar mostrar que nem tudo está perdido, faço questão de resgatar um trecho da coluna Diário Esportivo publicada em 21 de março, ou seja, quase cinco meses antes do início das Olimpíadas de Pequim. Na ocasião, o chefe da missão brasileira, Marcus Vinícius Freire, esbanjou otimismo sobre sua expectativa em relação à participação do Brasil.

Durante um evento realizado no Clube Pinheiros, Marcus Vinícius projetava uma evolução em relação aos Jogos de Atenas-04, quando o país ficou em 16 lugar no quadro geral de medalhas. “O objetivo é terminar entre os 10 primeiros colocados”, alardeou o cartola. Não custa lembrar que o Brasil terminou apenas na 23 colocação.

Antes que alguém fale alguma coisa, não vejo nada demais em uma pessoa ser otimista, muito pelo contrário. Faz bem para a alma, deixa a vida mais leve etc e tal. Mas em relação ao esporte olímpico brasileiro, otimismo não pode ser confundido com cegueira. Embora vitaminado por milhões de reais obtidos junto ao Governo Federal, o Brasil está a anos-luz de ser uma potência olímpica. O dinheiro investido quase sempre privilegia as mesmas modalidades ou os mesmos atletas de elite que acabam ganhando as medalhas de sempre. E no final, a caravana olímpica brasileira (que aumenta a cada edição dos Jogos) volta para casa, em sua grande maioria, com o sentimento de fracasso.

Dinheiro mal-investido
Nunca se investiu tanto no esporte olímpico brasileiro como nesta preparação para os Jogos de Pequim. No período entre 2005 e 2008, o esporte de alto rendimento do Brasil recebeu cerca de R$ 1,2 bilhão, cujo bolo foi montado a partir de verbas da Lei Agnelo/Piva, incentivos fiscais, patrocínios estatais e o programa Bolsa-Atleta. Jamais uma delegação esportiva do país teve tanto dinheiro à disposição. Pena que o resultado de Pequim tenha sido tão pífio.

Matemática reinventada
Apesar de algumas vitórias inesquecíveis e importantes, como as de César Cielo, na natação, Maurren Maggi, no atletismo, e da seleção feminina de vôlei, a maior prova da fraca participação brasileira na China foram as 15 medalhas exibidas ao final dos Jogos (três delas de ouro). Trata-se exatamente do mesmo número obtido pelo Brasil 12 anos antes, nas Olimpíadas de Atlanta-96, quando o investimento não chegava nem perto do atual. Pior foi ter que ouvir o presidente do COB, Carlos Nuzman, se desdobrando com os números para mostrar que houve uma clara evolução brasileira.

Para Londres-12, que se faça um controle mais rígido do destino das verbas públicas no investimento olímpico, com a criação de um programa de metas. Ou do contrário, daqui a quatro anos estaremos festejando os poucos heróis olímpicos de sempre e chorando as mesmas medalhas perdidas.

quinta-feira, 11 de setembro de 2008

Máquina do tempo

O torcedor do Santos anda meio com um pé atrás diante da má fase da equipe no Brasileirão. Mesmo fora momentaneamente da zona de rebaixamento, o Peixe está longe de exibir um futebol de empolgar. Muito diferente do que aconteceu em 11/09/1963, quando o Santos conquistou o bicampeonato da Taça Libertadores da América, batendo simplesmente o Boca Juniors, em La Bombonera, por 2 a 1 e de virada!

No vídeo abaixo, que exibe os melhores momentos deste histórico jogo, é possível comprovar a fama de caldeirão que o mítico estádio do Boca (completamente lotado naquele dia) possuí até hoje. E a tensão também estava dentro de campo, com os zagueiros argentinos distribuindo pancadas em Pelé o tempo todo.

É bom que se diga que o Rei do Futebol não era nenhum santo. O que ele catimbou neste jogo foi brincadeira.



A ficha técnica da final

Boca Juniors 1 x 2 Santos

Taça Libertadores - Final (2ª partida)
Data:
11/09/1963

Local: Estádio La Bombonera (Buenos Aires)
Árbitro: Bois (França)
Público: 50.000 pessoas

Gols: Sanfilippo, a 1 min, Coutinho, aos 5min e Pelé, aos 37 min do segundo tempo
Boca Juniors: Errea; Magdalena, Orlando e Simeone; Rattín e Silveyra; Grillo, Rojas, Menéndez, Sanfilippo e González. Técnico: Aristóbulo Deambrosi
Santos: Gilmar; Mauro, Calvet e Dalmo; Zito e Geraldino; Dorval, Lima, Coutinho, Pelé e Pepe. Técnico: Lula

quarta-feira, 10 de setembro de 2008

Máquina do tempo

Muitos já disseram que a história de conquistas e glórias do Brasil na Fórmula 1 não existiria sem Emerson Fittipaldi. E podem ter certeza que é verdade mesmo.

O caminho dos títulos de triunfos de Ayrton Senna e Nélson Piquet, além da presença de outros 24 pilotos na categoria mais importante do automobilismo mundial, só foi possível porque Emerson abriu o caminho, em 1970.

Em 10/09/1972, Emerson Fittipaldi tornou-se ainda mais importante, ao conquistar pelo primeira vez o título do Mundial de Pilotos de F-1, em um GP da Itália, no mesmo circuito de Monza que nopróximo domingo poderá marcar a virada de Felipe Massa na temporada 2008.

O vídeo abaixo traz as últimas corridas da temporada 72, entre elas a famosa prova de Monza, na qual Emerson precisou correr com o carro reserva. Dias antes, o caminhão que transportava sua Lotus sofreu um acidente, destruindo o carro titular.



Fontes:
Ponteiro e YouTube

Mais um jogo "quente" pelas Eliminatórias da Copa de 2010, na África do Sul

Se o confronto entre Cuba x Estados Unidos, no último sábado, já havia se tornado o mais interessante da rodada (relembre aqui) das eliminatórias da Concacaf para a Copa da África do Sul, em 2010, a rodada desta quarta-feira também reserva um duelo bem apimentado, do ponto de vista geopolítico.

Pela segunda rodada da última fase eliminatória da zona asiática, jogarão em Shanghai, na China, as inimigas Coréia do Norte e Coréia do Sul. Mesmo em contínuo processo de aproximação no campo esportivo, os dois países acharam melhor fazer a partida em campo neutro e evitar maiores tensões políticas das duas partes. Detalhe: o jogo de volta, marcado para 1º/04/09, ainda não tem local definido.

Após a divisão do país, ocorrida na Guerra da Coréia, nos anos 50, as duas seleções pouco se enfrentaram. Foram somente cinco jogos e os sul-coreanos nunca perderam. Foram três vitórias e dois empates, que por sinal ocorreram justamente nas eliminatórias para a Copa de 2010, na fase anterior: dois 0 x 0.

O mais irônico é que no duelo desta quarta-feira, os norte-coreanos (que até hoje foram apenas à Copa de 66, na Inglaterra, contra sete participações da Coréia do Sul) chegam em vantagem na classificação, por conta da vitória sobre os Emirados Árabes Unidos por 2 a 1. Embora, é bom que se diga, os sul-coreanos ainda não estrearam nesta fase.

Confira todos os confrontos entre as seleções do Brasil e da Bolívia

O adversário de hoje da seleção brasileira pelas Eliminatórias da Copa de 2010, na África do Sul, é daqueles fregueses ideais para lavar a alma até deste time do Dunga. Em quase 80 anos de confrontos, o Brasil já enfrentou a Bolívia 24 vezes, entre amistosos, eliminatórias, Copa Améria e Copa do Mundo.

Foram nada menos do que 18 triunfos do Brasil (75% de aproveitamento), 2 empates e apenas 4 derrotas. Os brasileiros marcaram 86 gols nestes jogos e sofreram somente 23.

Se ganhar por menos de 4 gols de diferença hoje à noite é brincadeira.

terça-feira, 9 de setembro de 2008

Jukebox: Ready Teddy (Elvis Presley)

Em 9 de setembro de 1956, a TV americana assistiu a um momento histórico: a primeira apresentação de Elvis Presley ao vivo para o país. justamente no programa de maior audiência, o Ed Sullivan Show. Nascia ali um fenômeno que se transformaria no primeiro grande mito da história do rock.

Nesta apresentação, Elvis interpretou três músicas: Dont't Be Cruel, Ready Teddy (no vídeo abaixo) e Hound Dog. Aos 21 anos, Elvis "incendiou" a platéia com seu estilo de dança diferente e insinuante, a ponto de ter sua imagem exibida apenas da cintura para cima, pois os padrões conservadores da época achavam que o rebolado do garoto era provocante demais.



Fontes:
Ponteiro
e YouTube

Um ano de blog...

Quando esta brincadeira começou, há exatos 365 dias (ou 366, porque este é um ano bissexto), sinceramente não esperava que fosse durar tanto tempo assim. Mas esta "brincadeira" virou um gostoso compromisso. Enfim, nesta terça-feira, este blogueiro apaga as velinhas do primeiro aniversário deste espaço.

E mesmo estando longe de mostrar números espetaculares, até que não estamos fazendo feio: afinal, já são 1066 posts publicados - incluindo este -, o que dá uma média razoável de 88,83 por mês. Ou para ser mais detalhista, a cada dia de vida deste blog havia uma média de 2,92 post novos, falando de coisas legais, inúteis, curiosidades esportivas, curiosidades de cinema (minha outra paixão), dados históricos que muitos se esquecem com o tempo ou simples cagações de regras.

Dá um orgulho saber que mais de 52 mil pessoas já passaram por aqui, e que estes cliques geraram mais de 70 mil page-views. Dá orgulho saber que pessoas de 111 países do planeta visitaram este blog, não apenas do Brasil (que obviamente lidera a audiência), mas de outros cantos que jamais imaginei que o descobririam pela internet, como Nepal, Guiana Francesa, Guadalupe, Guiné-Bissau, Nova Caledônia e Namíbia.


É óbvio que tudo isso é muito pouco comparando-se a outros blogs bem mais famosos ou hospedados em portais poderosos. Mas um número absolutamente relevante para quem usa esta nova ferramenta da comunicação moderna não apenas como um espaço para expressar mais livremente suas idéias, mas também compartilhar opiniões, trocar informações.

Obrigado pela força, galera, e vamos com tudo para o Ano 2.

segunda-feira, 8 de setembro de 2008

Basquete: confira os 10 primeiros colocados do ranking da Fiba (feminino)

Veja quais são as 10 primeiras seleções femininas classificadas no ranking da Fiba (Federação Internacional de Basquete) - de acordo com classificação após os Jogos Olímpicos de Pequim-08:

  1. EUA - 1.140 pontos
  2. Rússia - 923 pontos
  3. Austrália - 899 pontos
  4. Brasil - 446 pontos
  5. Espanha - 429 pontos
  6. China - 340 pontos
  7. Rep. Tcheca - 326 pontos
  8. França - 274 pontos
  9. Coréia do Sul - 272 pontos
  10. Cuba - 226 pontos

Confira a lista completa no site da Fiba

Basquete: confira os 10 primeiros colocados do ranking da Fiba (masculino)

Veja quais são as 10 primeiras seleções masculinas classificadas no ranking da Fiba (Federação Internacional de Basquete) - de acordo com classificação após os Jogos Olímpicos de Pequim-08:

  1. Argentina - 876 pontos
  2. EUA - 832,2 pontos
  3. Espanha - 730 pontos
  4. Grécia - 499 pontos
  5. Sérvia - 469 pontos
  6. Lituânia - 411 pontos
  7. Alemanha - 329 pontos
  8. Itália - 308 pontos
  9. Austrália - 269 pontos
  10. China - 262,7 pontos

Obs: O Brasil ocupa o 16º lugar, com 173,6 pontos

Confira a lista completa no site da Fiba

Mundial de Futsal-08: divulgada lista de convocados da seleção brasileira

O técnico PC de Oliveira anunciou nesta segunda-feira a lista dos 14 jogadores que irão disputar a Copa do Mundo de Futsal, marcado de 30/09 a 19/109, nas cidades do Rio de Janeiro e Brasília. A apresentação do elenco será na próxima sexta-feira (12/9), em Uberlândia (MG). Os treinos com bola começarão no dia 15, após a chegada dos atletas que atuam na Europa.

Confira os convocados do Brasil para a Copa do Mundo de Futsal 2008:

Goleiros:
Franklin (Malwee Futsal)

Rogério (Joinville/Krona/DalPonte)
Tiago (Malwee Futsal)
Fixos:
Carlinhos (Lobelle de Santiago-ESP)
Ciço (ElPozo Múrcia-ESP)
Schumacher (Inter Movistar-ESP)
Alas:
Ari (Malwee Futsal)
Falcão (Malwee Futsal)
Marquinho (Inter Movistar-ESP)
Gabriel (Inter Movisar-ESP)
Vinícius (ElPozo Múrcia-ESP)
Pivôs:
Leníso (Malwee Futsal)
Betão (Inter Movistar-ESP)
Wilde (El Pozo Múrcia-ESP)

Máquina do tempo

8/09/1928 – A Fifa decide que a Copa do Mundo de futebol será realizada a cada quatro anos a partir de 1930
8/09/1937 – Nascimento da atriz italiana Virna Lisi
8/09/1953 – Casamento da atriz americana Lana Turner com Lex Baxter
8/09/1960 – Nascimento do piloto japonês de F-1 Aguri Suzuki
8/09/1974 – O piloto sueco Ronnie Peterson, com uma Lotus, vence o GP da Itália de F-1, realizado no Autódromo de Monza
8/09/1994 – O nadador brasileiro Gustavo Borges ganha a medalha de bronze nos 100m livre durante o Mundial de Desportos Aquáticos de Roma (Ita)

Fonte: Ponteiro

sexta-feira, 5 de setembro de 2008

Segue a coluna Diário Esportivo de hoje...

Pitacos olímpicos (parte 2)

Qual é o real valor de uma medalha de ouro olímpica? Embora pareça óbvia, a pergunta é perfeitamente compreensível quando se analisa com um pouco mais de cuidado o esporte olímpico brasileiro. Seria estupidez achar que qualquer ouro conquistado pela equipe americana de natação (com exceção dos oito de Michael Phelps, é claro) tenha o mesmo grau de importância da vitória de César Cielo, nos 50m livre, por exemplo. Como comparar um país que já ganhou 214 medalhas de ouro na natação ao longo da história dos Jogos com o Brasil, que só agora emplacou o seu primeiro campeão olímpico?

Da mesma forma que o feito de Maureen Maggi no salto em distância jamais poderá ser equiparado a uma conquista de uma saltadora russa, país com mais tradição nesta prova. Até mesmo diante de tudo o que Maurren passou depois do episódio do doping.

A própria vitória das garotas da seleção brasileira feminina de vôlei teve um peso especial, a despeito da recente tradição vencedora que a modalidade passou a ter por aqui nos últimos 25 anos. Sim, porque se o vôlei masculino consolidou esta imagem com títulos, o feminino precisou superar até mesmo a desconfiança interna, fruto da histórica derrota para a Rússia, na semifinal dos Jogos de Atenas-04. Por isso, se alguém me perguntar o valor de uma medalha de ouro olímpica, direi que para o esporte brasileiro, ela tem um valor incalculável.

Apoio, só da família

Se alguém ainda duvidar da diferença de um campeão olímpico no Brasil e nas grandes potências olímpicas, basta ver o caso de César Cielo. O nadador envolveu-se em uma polêmica nesta semana, quando declarou que não queria associar sua conquista à imagem da Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos (CBDA), alegando que não teve respaldo da entidade, inclusive financeiro, durante sua preparação.

Na verdade, se não fosse o apoio dos pais, que ajudaram a bancar sua estadia em uma universidade americana, provavelmente seria muito mais complicado para Cielo conseguir subir ao pódio do Cubo D'Água e ouvir o Hino Nacional. Será que Michael Phelps passou pelo mesmo sufoco?

Recuo estratégico

A CBDA reagiu imediatamente às críticas de Cielo. Após uma reunião com os dirigentes, o nadador voltou atrás e reconheceu que errou ao falar que não teve apoio financeiro. Afinal, o dinheiro estava em sua conta bancária mas ele nem tinha conferido. Porém, ninguém pode esquecer que foi a esta mesma CBDA quem retirou o patrocínio dos Correios quando Cielo decidiu treinar nos EUA — e que só voltou a bancá-lo às vésperas do do Pan do Rio-07.

A entidade também não queria que o técnico australiano de Cielo (Brett Hawke) acompanhasse o pupilo em Pequim, integrando a delegação brasileira. Definitivamente, a CBDA tem muito pouco (ou quase nada) a ver com o histórico feito de César Cielo.

Related Posts with Thumbnails