boo-box

quarta-feira, 31 de dezembro de 2008

As dançarinas da NBA (11) - Briana (do Atlanta Hawks)


Briana, nascida em Dallas (Georgia), há dois anos é integrante do A-Town Dancers

Esta seção, que reúne as mais belas cheerleaders da NBA, é publicada sempre às quartas-feiras

terça-feira, 30 de dezembro de 2008

Perguntar não ofende

Sobre o último post publicado, acredito que uma observação seja bem pertinente.

Pelas palavras do "brilhante" cartola são-paulino Julio Casares, quer dizer que, na opinião dele, o São Paulo poderia perfeitamente abrir mão de fechar com algum patrocinador pelo resto da vida e assim deixar imaculada a sua gloriosa camisa, como antigamente.

Assim, ainda de acordo com o "gênio" Casares, haveria mais momentos especiais para os torcedores, não é mesmo?

Julio Casares tenta "tucanar" a incompetência são-paulina

“De fato pode se tornar um momento especial para nosso torcedor, que poderá encontrar a camisa sem marcas de patrocínios”

Júlio Casares, diretor de marketing do São Paulo, tentando "minimizar" o fato do Tricolor não ter conseguido fechar a renovação do contrato de patrocínio de sua camisa para o início da temporada 2009.

Confira quais foram as previsões furadas dos sensitivos para o esporte em 2008

Um cuidadoso levantamento do companheiro Daniel Batista, do Diário de S. Paulo, mostra o quanto foram furadas as previsões de astrólogosa, tarólogos, numerólogos e coisas do gênero, feitas para o site Globoesporte.com, para o ano de 2008 que está quase acabando.

Algumas destas "previsões" são hilárias, absurdas. Mas, justiça seja feita, eles acabaram acertando uma ou outra:

Confira e divirta-se:


Adriana Kastrup, taróloga (a mesma que falou que em 2007 o Corinthians seria campeão brasileiro)
  1. Corinthians tem chance de título no Paulista e na Copa do Brasil, mas não deve voltar para a Série A;
  2. Vasco e Palmeiras vão brigar pelo título do Brasileiro. Internacional correndo por fora;
  3. O Santos não vai conquistar títulos, mas se dará muito bem com o Emerson Leão como técnico;
  4. O São Paulo continua bem, mas não no topo. Na Libertadores, vai se dar muito bem, com boa chance de título. No Paulista também;
  5. O Ronaldo Fenômeno vai para o Flamengo, com certeza;
  6. O Vasco vai ter um bom ano. Na Sul-Americana, o time está com estrela e não vai precisar fazer força para ser campeão. No Brasileiro, ficará entre os quatro primeiros;
  7. No vôlei masculino, a seleção é medalha de ouro na Olimpíada e Ricardinho volta para seleção;
  8. Daiane dos Santos leva uma prata ou bronze;
  9. Diego vai bem, mas o ouro será da China;
  10. Jade vai bem, mas o ouro é da China;

Cinara Mattos, cigana (ela está precisando trocar o baralho...errou quase tudo):

  1. O Corinthians não vai se reerguer em 2008. Não vê campeonato algum no caminho do Corinthians;
  2. O Palmeiras pode ser rebaixado para a Série B e terá escândalos no meio do ano;
  3. O São Paulo vai se manter no topo e tem chance de conquistar tudo;
  4. Robinho será eleito o melhor jogador do mundo de 2008;
  5. Adriano ainda não vai brilhar. Vai precisar de uns dois anos para voltar ao que era. Ele fica o ano inteiro no SP;
  6. Ronaldo volta ao Brasil e vai voltar a brilhar;
  7. No vôlei masculino, Ricardinho volta para a seleção e o Brasil é ouro;
  8. Daiane dos Santos vai brilhar. Ela tem o V da vitória na testa;
  9. Diego Hypolito é medalha de ouro;
  10. Jade sofrerá com contusão e não ganha medalha;
  11. Thiago Pereira será o nome da nossa natação;
  12. João Derly será medalha de ouro;
  13. O time masculino de basquete vai para os Jogos e trás uma prata ou bronze;
  14. Fabiana Murer leva medalha;
  15. Fernando Alonso será o campeão da F1

Bosco Viegas, numerólogo (os números derrubaram o Bosco, que também previu uma série de bobagens):

  1. O Ronaldo Fenômeno vai para o Botafogo e depois se aposenta;
  2. O Robinho vai conquistar um título pelo Brasil e depois vai para um clube do norte da Europa. Ele tem um jogo que inglês gosta de ver;
  3. Diego Hypolito é medalha de ouro;
  4. Jade é medalha de ouro;
  5. Cielo vai mostrar qualidade, mas não é o ano dele. Não ganha medalha em Pequim
  6. Jadel Gregório ganha medalha e será a estrela do atletismo brasileiro;
  7. Franck Caldeira ganha medalha

Os três acertaram:

  1. Brasil não leva ouro no futebol olímpico;
  2. Adriano vai continuar com problemas;
  3. Vôlei feminino levaria medalha de ouro nos Jogos;
  4. Nelsinho Piquet e Barrichelo serão horríveis em 2008

Para quem quiser checar todas as previsões, clique aqui.

segunda-feira, 29 de dezembro de 2008

Ronaldo Fenômeno pode se candidatar a receber o troféu "Papai do Ano"

“Criança nessa idade só chora e caga. Eu não posso fazer muito coisa, já que meu peito não dá leite.”

Ronaldo Fenômeno, ao comentar suas primeiras impressões após o nascimento da filha, Maria Sofia, a segunda herdeira do craque, que também é pai do garoto Ronald, filho com a ex-mulher Milene Domingues

Os estaduais ainda tem razão em existir?

A idéia deste post, cujo título é claramente provocativo, veio com as respostas de um outro post, publicado no ótimo blog Esporte Fino. Vamos falar a verdade, com toda a honestidade: você, caro(a) leitor(a), ainda acha que vale a pena os campeonatos estaduais existirem?

Antes de começarem a jogar pedras, pedações de pau e descarregarem centenas de argumentos na cabeça no pobre blogueiro aqui, duas considerações são importantes:

1) sou de uma geração que viu nascer o Campeonato Brasileiro, em 1971, e posso garantir: nos anos 70 e 80, todos comemoravam muito mais a conquista de um título paulista, carioca ou mineiro do que um brasileiro;

2) nada substitui a rivalidade local. Um Flamengo x Corinthians, São Paulo x Fluminense, Grêmio x Palmeiras são duelos sensacionais. Mas nunca irá substituir a graça e a emoção de um Fla x Flu, Corinthians x Palmeiras, São Paulo x Corinthians, Gre-Nal, Atle-Tiba...É como diz aquele poema de Fernando Pessoa: “O Tejo é mais belo que o rio que corre pela minha aldeia/Mas o Tejo não é mais belo que o rio que corre pela minha aldeia/Porque o Tejo não é o rio que corre pela minha aldeia".

Isto posto, se analisarmos os estaduais sob à ótica atual, veremos que a utilidade deles é praticamaente nula. Com exceção dos estados que não possuem representantes na Série A do Campeonato Brasileiro, para os demais o velho estadual nada mais é do que uma pré-temporada. E muitas vezes bem incômoda.

Se for campeão (desde que seu time não esteja amargando uma seca de títulos), valerá uma comemoração razoável e olhe lá. Mas se for mal, e perder alguns clássicos por exemplo, então o mundo irá cair nos ombros de seu clube.

Não há mais sentido em os campeonatos regionais sejam realizados nos atuais formatos, alguns exagerados como o de São Paulo, numa época em que existem competições mais importantes do ponto de vista técnico e financeiro, como o Brasileirão, a Copa do Brasil e a Libertadores, que se conquistada leverá ao objetivo supremo de todo clube, o Mundial.

Sinceramente, não tem o menor sentido o calendário da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) reservar 23 datas para os regionais. São quatro meses absolutamente desperdiçados. Por conta deste inchaço dos estaduais, não há brecha para que os clubes que participem da Libertadores também disputarem a Copa do Brasil. Esta sim uma competição que mereceria ampliar seu espaço e ter mais do que os 64 clubes atuais.

Não sou tão radical a ponto de pedir a extinção dos campeonatos estaduais. Mas eles precisariam passar por uma profunda reavaliação, enxugamento de datas e adequação aos novos tempos. Não se trata de falta de romantismo ou excesso de pragmatismo. Apenas que não dá para brigar com a realidade.

Foto: jogadores do Palmeiras comemoram a conquista do Campeonato Paulista de 2008, encerrando um jejum de 12 anos sem títulos estaduais

domingo, 28 de dezembro de 2008

Jade Barbosa está com uma lesão gravíssima. E quem é que irá levar a culpa?



A ginasta brasileira Jade Barbosa está com uma lesão gravíssima no punho direito e poderá até mesmo que se tratar no exterior se quiser prosseguir sua carreira. Uma nota publicada no site oficial da atleta, foi anunciado que um novo exame constatou que a situação no pulso de Jade é radiologicamente muito crítico. Segundo o médico Ricardo Laranjeira, que cuida da atleta, há a possibilidade de ela prosseguir o tratamento fora do Brasil.

Lamentável é o mínimo que se pode dizer deste episódio. Como foi publicado pelos principais jornais brasileiros e comentado à exaustão neste blog (relembre aqui), o caso mostra o total descaso com que a Confederação Brasileira de Ginástica (CBG) se comportou neste episódio.

Tomara que uma grande promessa do esporte brasileiro não tenha sua carreira jogada no lixo por culpa de dirigentes incompetentes e totalmente despreparados.

sábado, 27 de dezembro de 2008

Vanderlei Cordeiro de Lima decide adiar a aposentadoria para defender seu clube

Alvo de várias reportagens e até uma coluna assinada por este blogueiro (relembre aqui), quando anunciou que iria abandonar o atletismo na Corrida Internacional de São Silvestre, na próxima quarta-feira (31/12), o fundista Vanderlei Cordeiro da Silva surpreendeu a todos ao anunciar nesta sexta-feira, através de um comunicado à imprensa, que não é bem assim...

"Ainda gosto de correr, mas não vou mais disputar vagas na seleção brasileira. A São Silvestre é a prova que vai marcar o fim do ciclo como atleta profissional. Agora vou querer desfrutar um pouco mais da corrida e fazer a festa com o público", anunciou Vanderlei.

Na verdade, o ganhador da medalha de bronze na prova da Maratona nos Jogos Olímpicos de Atenas-04 ainda irá competir como amador pelo seu clube, o BM&F Bovespa, por pelo menos mais dois anos, em competições nacionais, ao mesmo tempo em que irá se preparar para assumir um cargo na equipe, como técnico ou dirigente.

sexta-feira, 26 de dezembro de 2008

Confira os torneios do calendário do tenis mundial para a temporada de 2009

Calendário do Circuito Mundial de Tênis - 2009

5/01/09
Doha (Qat) - ATP Tour 250
Chennai (Ind) - ATP Tour 250
Brisbane (Aus) - ATP Tour 250

12/01/09
Sydney (Aus) - ATP Tour 250
Auckland (Nzl) - ATP Tour 250

19/01/09
Melbourbe (Aus) - Grand Slam

2/02/09
Viña del Mar (Chi) - ATP Tour 250
Zagreb (Cro) - ATP Tour 250
Johannesburgo (Afs) - ATP Tour 250

9/02/09
Costa do Sauípe (Bra) - ATP Tour 250
Rotterdam (Hol) - ATP Tour 500
San Jose (EUA) - ATP Tour 250

16/02/09
Marselha (Fra) - ATP Tour 250
Buenos Aires (Arg) - ATP Tour 250
Memphis (EUA) - ATP Tour 500

23/02/09
Delray Beach (EUA) - ATP Tour 250
Dubai (EAU) - ATP Tour 500
Acapulco (Mex) - ATP Tour 500

2/03/09
Copa Davis (1ª rodada)

12/03/09
Indian Wells (EUA) - ATP Tour 1000

25/03/09
Miami (EUA) - ATP Tour 1000

6/04/09
Casablanca (Mar) - ATP Tour 250
Houston (EUA) - ATP Tour 250

13/04/09
Monte Carlo (Mon) - ATP Tour 1000

20/04/09
Barcelona (Esp) - ATP Tour 500

27/04/09
Roma (Ita) - ATP Tour 1000

3/05/09
Munique (Ale) - ATP Tour 250
Estoril (Por) - ATP Tour 250
Madrid (Esp) - ATP Tour 1000

17/05/09
Pörtschach (Aut) - ATP Tour 250
Copa do Mundo - Dusseldorf (Ale)

25/05/09
Roland Garros/Paris (Fra) - Grand Slam

8/06/09
Londres/Queen’s (Ing) - ATP Tour 250
Halle (Ale) - ATP Tour 250

14/06/09
Eastbourne (Ing) - ATP Tour 250

22/06/09
Wimbledon (Ing) - Grand Slam

6/07/09
Newport (EUA) - ATP Tour 250
Copa Davis (4ª-de-final)

13/07/09
Stuttgart (Ale) - ATP Tour 250

20/07/09
Hamburgo (Ale) - ATP Tour 500

21/07/09
Indianapolis (EUA) - ATP Tour 250

26/07/09
Gstaad (Sui) - ATP Tour 250

27/07/09
Los Angeles (EUA) - ATP Tour 250
Umag (Cro) - ATP Tour 250

2/08/09
Washington (EUA) - ATP Tour 500

10/08/09
Toronto (Can) - ATP Tour 1000

16/08/09
Cincinnati (EUA) - ATP Tour 1000

23/08/09
New Haven (EUA) - ATP Tour 250

31/08/09
US Open/Nova York (EUA) - Grand Slam

14/09/09
Copa Davis (Semifinais)

21/09/09
Metz (Fra) - ATP Tour 250
Bucareste (Rom) - ATP Tour 250

28/09/09
Bangkok (Tai) - ATP Tour 250

5/10/09
Tóquio (Jap) - ATP Tour 500
Pequim (Chn) - ATP Tour 500

12/10/09
Xangai (Chn) - ATP Tour 1000

19/10/09
Estocolmo (Sue) - ATP Tour 250
Moscou (Rus) - ATP Tour 250

25/10/09
São Petesburgo (Rus) - ATP Tour 250

26/10/09
Viena (Aut) - ATP Tour 250
Lyon (Fra) - ATP Tour 250

2/11/09
Basel (Sui) - ATP Tour 500
Valencia (Esp) - ATP Tour 500

8/11/09
Paris - ATP Tour 1000

22/11/09
Masters Cup/Londres

30/11/09
Copa Davis (Final)

quinta-feira, 25 de dezembro de 2008

Garotas do RC Cannes, maior campeão do vôlei feminino da França, ilustram calendário sexy inspirado no cinema

No vôlei feminino da França, ninguém ganhou mais até hoje do que o RC Cannes, fundado em 1926. Nos últimos 14 anos, a equipe venceu nada menos do que 13 campeonatos nacionais, 11 deles consecutivos. Se já não bastasse todo este marketing positivo, pelo bom desempenho de suas atletas dentro de quadra, o RC Cannes vai ganhar um pouco mais de popularidade com o lançamento de um calendário para 2009, estampado com alguma de suas belas jogadoras.

Inspirado pela fama da cidade em razão de seu badalado festival internacional de cinema, o RC Cannes fez o calendário inspirado em algumas das mais famosas obras da chamada sétima arte, segundo o jornal francês Républicain Lorrain.

Na capa, por exemplo, a francesa Anna Rybaczewski imitou a personagem "A Noiva", interpretada por Uma Thurmann em "Kill Bill". A ponteira Karione Salinas repetiu a pose de Sharon Stone em "Instinto Selvagem", enquanto a ponteira búlgara Eva Yaneva lembrava Juilia Roberts em "Uma Linda Mulher".



Pela prévia das fotos abaixo, creio que irá ter uma fila de marmanjos querendo adquirir uma cópia do calendário.

Anna Rybaczewski

Eva Yaneva

Andrea Sieglova

quarta-feira, 24 de dezembro de 2008

NBA 08/09: Confira a relação das 19 partidas invictas do Boston Celtics

Na última rodada antes do Natal, o Boston Celtics, atual campeão da NBA, deu um presente antecipado à sua fanática torcida. Ao derrotar o Philadelphia 76ers por 110 a 91, o Boston alcançou a marca de 19 vitórias consecutivas na atual temporada.

Desta forma, superou o antigo recorde da franquia, de 18 triunfos seguidos, estabelecido na temporada 18981/82, pela equipe que tinha como astro o lendário Larry Bird. O Boston ainda conseguiu estabelecer uma nova: a de melhor início de temporada na história da NBA, com 27 vitórias e somente duas derrotas.

Abaixo, confira a relação das 19 partidas invictas do Boston Celtics:

15/11 - Milwaukee 97 x 102 Boston
18/11 - Boston 110 x 101 New York
20/11 - Boston 98 x 80 Detroit
21/11 - Minnesota 78 x 95 Boston
23/11 - Toronto 103 x 118 Boston
26/11 - Boston 119 x 111 Golden State
28/11 - Boston 102 x 78 Philadelphia
29/11 - Charlotte 84 x 89 Boston
1º/12 - Boston 107 x 88 Orlando
3/12 - Boston 114 x 96 Indiana
5/12 - Boston 93 x 78 Portland
7/12 - Indiana 117 x 122 Boston
11/12 - Washington 88 x 122 Boston
12/12 - Boston 94 x 82 New Orleans
15/12 - Boston 100 x 91 Utah
17/12 - Atlanta 85 x 88 Boston
19/12 - Boston 126 x 108 Chicago
21/12 - Boston 124 x 105 New York
23/12 - Boston 110 x 91 Philadelphia

Foto: Paul Pierce (nº 34) e Kevin Garnett comemoram mais dois ´pontos na vitória sobre os 76ers
Crédito: Divulgação/NBA

As dançarinas da NBA (10) - Kassi (Portland Trail Blazers)


Kassi nasceu em Forest Grove (Oregon) e desde a temporada 2004/05 é uma das integrantes das Blazers Dancers

Esta seção, que reúne as mais belas cheerleaders da NBA, é publicada sempre às quartas-feiras

terça-feira, 23 de dezembro de 2008

Internauta põe em dúvida o sucesso de Ronaldo Fenômeno no Timão

Mais badalada contratação no futebol brasileiro nos últimos anos, Ronaldo Fenômeno não desperta muita confiança no internauta a respeito de seu sucesso como jogador do Corinthians em 2009, ao menos em enquete realizada pelo blog.

Segundo 45% dos internautas, o atacante - recordista de gols na história das Copas do Mundo (15 - pode até dar certo no Timão, desde que tenha força de vontade em recuperar a forma física.

Já 35% dos blogueiros não têm dúvida: segundo eles, Ronaldo é somente um ex-jogador em atividade. Outros 19% mais otimistas botam fé no Fenômeno e dizem que ele é a cara da Fiel.

segunda-feira, 22 de dezembro de 2008

Veja os grupos e a tabela atualizada da Taça Libertadores 2009


Confira abaixo os grupos e a tabela de jogos da Taça Libertadores 2009

Primeira fase (28/1 e 4/2)
Chave 1

Independiente de Medellin (COL) x Peñarol (URU)
Chave 2
Sporting Cristal (PER) x Argentina 5
Chave 3
El Nacional (EQU) x Nacional (PAR)
Chave 4
Deportivo Anzoátegui (VEN) x Deportivo Cuenca (EQU)
Chave 5
Palmeiras (BRA) x Real Potosi (BOL)
Chave 6
Universidad de Chile (CHI) x México 3

Segunda fase (11/2 a 29/4)
Grupo 1

LDU (EQU)
Sport Recife (BRA)
Colo Colo (CHI)

Venc. Chave 5

1ª rodada
Colo Colo x Sport
LDU x Venc. 5
2ª rodada
Venc. 5 x Colo Colo
Sport x LDU
3ª rodada
Sport x Venc. 5
Colo Colo x LDU
4ª rodada
Venc. 5 x Sport
LDU x Colo Colo
5ª rodada
Sport x Colo Colo
Venc. 5 x LDU
6ª rodada
Colo Colo x Venc. 5
LDU x Sport

Grupo 2
Argentina 3
Guarani (PAR)
Deportivo Táchira (VEN)
Venc. Chave 4

1ª rodada
Guarani x Dep. Táchira
Argentina 3 x Venc. 4
2ª rodada
Venc. 4 x Guarani
Dep. Táchira x Argentina 3
3ª rodada
Dep. Táchira x Venc. 4
Guarani x Argentina 3
4ª rodada
Venc. 4 x Dep. Táchira
Argentina 3 x Guarani
5ª rodada
Dep. Táchira x Guarani
Venc. 4 x Argentina 3
6ª rodada
Guarani x Venc. 4
Argentina 3 x Dep. Táchira

Grupo 3
River Plate (ARG)
Nacional (URU)
Universidad San Martin (PER)
Venc. Chave 3

1ª rodada
Nacional x U. San Martin
River Plate x Venc. 3
2ª rodada
Venc. 3 x Nacional
U. San Martin x River Plate
3ª rodada
U. San Martin x Venc. 3
Nacional x River Plate
4ª rodada
Venc. 3 x U. San Martin
River Plate x Nacional
5ª rodada
U. San Martin x Nacional
Venc. 3 x River Plate
6ª rodada
Nacional x Venc. 3
River Plate x U. San Martin

Grupo 4
São Paulo (BRA)
Defensor Sporting (Uru)
América de Cali (COL)
Venc. Chave 1

1ª rodada
Defensor Sporting x América de Cali
São Paulo x Venc. 1
2ª rodada
Venc. 1 x Defensor Sporting
América de Cali x São Paulo
3ª rodada
América de Cali x Venc. 1
Defensor Sporting x São Paulo
4ª rodada
Venc. 1 x América de Cali
São Paulo x Defensor Sporting
5ª rodada
América de Cali x Defensor Sporting
Venc. 1 x São Paulo
6ª rodada
Defensor Sporting x Venc. 1
São Paulo x América de Cali

Grupo 5
Cruzeiro (BRA)
Universidad de Sucre (Bol)
Deportivo Quito
Venc. Chave 2

1ª rodada
U. Sucre x Dep. Quito
Cruzeiro x Venc. 2
2ª rodada
Venc. 2 x U. Sucre
Dep. Quito x Cruzeiro
3ª rodada
Dep. Quito x Venc. 2
U. Sucre x Cruzeiro
4ª rodada
Venc. 2 x Dep. Quito
Cruzeiro x U. Sucre
5ª rodada
Dep. Quito x U. Sucre
Venc. 2 x Cruzeiro
6ª rodada
U. Sucre x Venc. 2
Cruzeiro x Dep. Quito

Grupo 6
Lanús (ARG)
Everton (CHI)
Caracas (VEN)
México 2

1ª rodada
Everton x Caracas
Lanús x México 2
2ª rodada
México 2 x Everton
Caracas x Lanús
3ª rodada
Caracas x México 2
Everton x Lanús
4ª rodada
México 2 x Caracas
Lanús x Everton
5ª rodada
Caracas x Everton
México 2 x Lanús
6ª rodada
Everton x México 2
Lanús x Caracas

Grupo 7
Grêmio (BRA)
Aurora (BOL)
Boyacá Chicó (COL)
Venc. Chave 6

1 ª rodada
Aurora x Boyacá
Grêmio x Venc. 6
2ª rodada
Venc. 6 x Aurora
Boyacá x Grêmio
3ª rodada
Boyacá x Venc. 6
Aurora x Grêmio
4ª rodada
Venc. 6 x Boyacá
Grêmio x Aurora
5ª rodada
Boyacá x Aurora
Venc. 6 x Grêmio
6ª rodada
Aurora x Venc. 6
Grêmio x Boyacá

Grupo 8
Argentina 4
Libertad (PAR)
Universitáaio (PER)
San Luis (MEX)

1ª rodada
Libertad x Unbiversitario
Argentina 4 x San Luis
2ª rodada
San Luis x Libertad
Universitario x Argentina 4
3ª rodada
Universitario x San Luis
Libertad x Argentina 4
4ª rodada
San Luis x Universitario
Argentina x Libertad
5ª rodada
Universitario x Libertad
San Luis x Argentina 4
6ª rodada
Libertad x San Luis
Argentina 4 x Universitario

Oitavas-de-final (6 e 13/5)
Jogo A - 1º col. x 16º col.
Jogo B - 2º col. x 15º col.
Jogo C - 3º col. x 14º col.
Jogo D - 4º col x 13º col.
Jogo E - 5º col. x 12º col.
Jogo F - 6º col. x 11º col.
Jogo G - 7º col. x 10º col.
Jogo H - 8º col. x 9º col.

Quartas-de-final (20 e 27/5)
S1 - Venc. A x Venc. H
S2 - Venc. B x Venc G
S3 - Venc. C x Venc. F
S4 - Venc. D x Venc. E

Semifinais (17 e 24/6)
F1 - Venc. S1 x Venc. S4
F2 - Venc. S2 x Venc. S3

Finais (1º e 8/7)
Venc. F1 x Venc. F2

Rosa Branca, o adeus de um gênio do basquete brasileiro

Triste notícia, às vésperas do Natal, da morte de Carmo de Souza, o Rosa Branca, nesta segunda-feira, em São Paulo, vítima de complicações decorrentes de uma pneumonia. Aos 68 anos, já estava internado há uma semana no Hospital Metropolitano.

Foi um duro golpe no basquete masculino brasileiro, que há tantos anos vem sofrendo com a falta de ídolos, bons resultados internacionais e a incompetência irritante dos cartolas. Rosa Branca integrou a chamada "geração de ouro", que fez o Brasil se tornar respeitado entre as grandes potências do esporte.

Com Rosa Branca em quadra, ao lado de outros gênios como Wlamir Marques, Amauri Pasos, Ubiratan Maciel, Sucar, Mosquito, Jathyr, Edson Bispo, entre outros, o Brasil conquistou o bicampeonato mundial de 1959 e 63, além das medalhas de bronze nos Jogos Olímpicos de 1960 (Roma) e 64 (Tóquio). Jogador completo, ele atuou como pivô, ala e armador.

Rosa Branca defendeu a seleção brasileira durante 12 anos, tendo conquistado também a prata e o bronze nos Jogos Pan-Americanos (São Paulo-63 e México-55, respectivamente), além de quatro títulos sul-americanos (1958/60/61/68).

Em clubes, obteve suas maiores glórias atuando pelo Corinthians, entre 1963 e 71, quando foi seis vezes campeão paulista (1963/64/65/67/68/69), três vezes campeão brasileiro (1965/66/69) e quatro vezes sul-americano (1963/65/67/69).

O sepultamento está marcado para esta terça-feira, às 12h, no Cemitério da Lapa. Com certeza, Rosa Branca irá fazer muita falta.

Crédito das fotos: Arquivo CBB e site Milton Neves (foto de Rosa Branca no Corinthians)

domingo, 21 de dezembro de 2008

Manchester fatura Mundial de Clubes e diminui vantagem da América do Sul

A lógica prevalceu e embora tenha tido mais trabalho do que se esperava, o Manchester United venceu neste domingo o Mundial de Clubes da Fifa, ao bater a LDU por 1 a 0, gol de Rooney apenas no segundo tempo.

Mesmo com uma comemoração bem tímida, comparada a feita pelos times sul-americanos, o bicampeonato do mundo obtido pelo Manchester fez diminuir a vantagem das equipes européias em relação às da América do Sul no número de conquistas: são 23 títulos mundiais da Europa contra 25 dos rivais sul-americanos.

sábado, 20 de dezembro de 2008

Até David Beckham apela para aquela conversa mole de todo boleiro que se preze

"Eu amo a Itália e estou muito contente por estar aqui. Vou repetir e deixar isso bem claro. Já atuei no Manchester United, Real Madrid e agora tenho esta excelente chance de estar no Milan"

David Beckham, em sua apresentação como novo jogador do Milan, neste sábado, repetindo o famoso papo furado de 10 em cada 10 jogadores quando chegam a um novo clube

Confira o calendário do Circuito Mundial de Vôlei de Praia para 2009

Título de Cidadão Paulistano para Ronaldo Fenômeno é puro oportunismo político

Pense bem: quantas ruas de São Paulo você imagina que Ronaldo Fenômeno, a contratação mais bombástica do Corinthians nos últimos tempos, conheça? Qual a grande contribuição do maior artilheiro na história das Copas do Mundo à vida paulistana?

Se você não soube responder, não se preocupe. O próprio Ronaldo tem consciência que sua ligação com a maior cidade do Brasil ainda nem começou. Mesmo assim, o Fenômeno já pode se programar para receber uma homenagem logo que aparecer por aqui.

Foi aprovada nesta sexta-feira pela Câmara dos Vereadores de São Paulo a entrega do título de Cidadão Paulistano ao atacante do Timão, nascido no Rio de Janeiro e que por 14 anos viveu na Europa.

O projeto aprovado, que transborda em oportunismo político e inutilidade, foi idéia do vereador Antônio Goulart (PMDB), que por acaso é conselheiro vitalício do Corinthians e ligado à Gaviões da Fiel.

Começa a guerra política pela disputa de poder no basquete brasileiro

As eleições na Confederação Brasileira de Basquete (CBB) serão apenas em maio, mas é bem provável que vimos nesta sexta-feira a largada para uma série de pequenas batalhas até a definição do novo presidente da entidade.

Reportagem publicada neste sábado pelo Diário de S. Paulo, assinada pelo repórter José Eduardo Martins, mostra que uma inesperada denúncia de irregularidade do jogador americano Shamell Stallworth, do Winner/Limeira, pode na verdade esconder uma briga entre Confederação Brasileira de Basquete (CBB) e Federação Paulista de Basquete (FPB). Não por coincidência, a CBB é comandada por Gerasime Bozkis, o Grego, que buscará nova reeleição, e Toni Chakmati, mandatário da FPB e um dos candidatos da oposição.

A denúncia contra Shamell partiu do Conti/Assis, adversário de Limeira no playoff de quartas-de-final do Paulista masculino (Limeira enfrenta Assis nesta sábado e lidera a série por 2 a 0). Segundo a denúncia, o americano estaria sem a liberação do clube anterior, da Croácia, e o visto de trabalho.

Tanto a FPB quanto o Limeira sustentam que a situação de Shamell é legal. O estranho é que a própria CBB, através de comunicado de sua assessoria de imprensa, disse que o jogador não teria atuado na China (como sustentam a Federação e o Limeira) e que o clube da Croácia exige o pagamento de uma taxa de 100 euros para conceder a carta de liberação. Além disso, a CBB solicitava da Federação Paulista a complementação de documentação, o visto de trabalho e o contrato de trabalho.

Mas aí eu pergunto: por que este súbito interesse da CBB a respeito de uma situação específica da FPB? Não foi à toa que o próprio Tony Chakmati, quando perguntado a respeito pelo DIÁRIO, disse o seguinte: "Quem sabe não é guerra política? Não sei quem está contando essa história"

sexta-feira, 19 de dezembro de 2008

Ourinhos é o maior vencedor do Nacional feminino de basquete; confira a relação de todas as campeãs

Com a vitória por 71 a 66 sobre Americana, a equipe de Ourinhos garantiu nesta sexta-feira o título do Nacional feminino de basquete. Foi a quinta conquista da equipe na competição, que desta forma tornou-se o maior campeão da história do torneio. Micaela, com 22 pontos, foi a principal jogadora da partida e maior pontuadora de Ourinhos, enquanto Karla, de Americana, fez 25 pontos e terminou como a cestinha do jogo.

Abaixo, confira a relação de todos os campeões da história do Nacional feminino de basquete:


1998 – Fluminense (RJ) – Técnico: Antonio Carlos Vendramini
1999 – Arcor/Santo André (SP) – Técnica: Laís Elena Aranha
2000 – Paraná Basquete (PR) – Técnico: Antonio Carlos Vendramini
2001 – Vasco da Gama (RJ) – Técnica: Maria Helena Cardoso
2002 – São Paulo/Guaru (SP) – Técnico: Alexandre Cato
2003 – Unimed/Americana (SP) – Técnico: Paulo Bassul
2004 – FIO/Pão de Açúcar/Unimed/Ourinhos (SP) – Técnico: Antonio Carlos Vendramini
2005 – FIO//Pão de Açúcar/Unimed/Ourinhos (SP) – Técnico: Antonio Carlos Vendramini
2006 – FIO//Pão de Açúcar/Unimed/Ourinhos (SP) – Técnico: Paulo Bassul
2007 – Colchões Castor/FIO/Pão de Açúcar/Unimed/Ourinhos (SP) – Técnico: Paulo Bassul
2008 – Colchões Castor/FIO/Pão de Açúcar/Unimed/Ourinhos (SP) – Técnico: Urubatan

Foto: Wander Roberto/CBB

Confira os confrontos das 8ª-de-final da Liga dos Campeões da Europa 2008/09


Jogos marcados para os dias 24/25 de fevereiro e 10/11 de março de 2009

Chelsea x Juventus
Villareal x Panathinaikos
Sporting x Bayern de Munique
Atlético de Madri x Porto
Lyon x Barcelona
Real Madrid x Liverpool
Arsenal x Roma
Inter de Milão x Manchester United

Osasco ganha do Rexona e tem vantagem na final do segundo torneio. Mas e daí?

A principal notícia do vôlei nesta sexta-feira é a repercussão da vitória do Finasa/Osasco sobre o Rexona, ocorrida ontem (quinta), pela Superliga feminina. O Osasco, atuando no Rio de Janeiro, conseguiu uma vitória categórica sobvre o tradicional rival por 3 sets a 0 (25-21, 26-24 e 25-18).

Ainda por cima, acabou com a invencibilidade do Rexona na competição e garantiu o mando de quadra na decisão do segundo torneio, que na prática é o velho e bom segundo turno mesmo.

Aí, caro (a) leitor(a), eu pergunto: mas e daí? Qual é a "vantagem" de ter um mando de quadra em mais uma das intermináveis "decisões" previstas pelo irritante regulamento da Superliga? Até porque, na prática, estas finais não servem absolutamente para nada. A decisão mesmo será na fase de mata-mata.


Estas "decisões" só servem mesmo para a emissora que tem os direitos de transmissão e para preencher buraco vazio em página de jornal, especialmente no final do ano.

Foto: A levantadora Carol Albuquerque, na partida desta quinta entre Osasco e Rexona
Crédito: João Pires/Divulgação

Um balanço de 2008 no esporte mundial

Coluna Diário Esportivo, publicada na edição de 19 de dezembro de 2008


Panetone, castanha, espumante e retrospectiva

Existem algumas coisas na vida que não mudam jamais. Por exemplo, a cada dezembro que chega, você sabe que invariavelmente terá que reforçar o estoque de panetones, castanhas, espumantes e preparar aquela ceia caprichada para a noite de Natal. Na tevê, algum canal com certeza estará exibindo aquela manjada retrospectiva do ano. Inspirada pelo mesmo espírito, esta coluna resolveu fazer um “balanção” da temporada de 2008 nos esportes olímpicos, ano em que tabus foram quebrados, recordes superados, criaram-se novos heróis e vilões, além de termos visto a China organizar uma das mais belas edições dos Jogos Olímpicos em todos os tempos.

Os heróis brasileiros

César Cielo e Maureen Maggi foram as duas grandes estrelas individuais do Brasil nas Olimpíadas. Sem praticamente apoio algum da Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos (CBDA), Cielo obteve uma atuação histórica na vitória dos 50m livre. Já Maurren foi o maior exemplo de superação do esporte nos últimos anos, após ter sido suspensa por doping e se tornando a primeira brasileira a ganhar uma medalha de ouro individual olímpica na história, no salto em distância.

Um raio chamado Bolt

Irreverente, fanfarrão e até um pouco arrogante. Com tudo isso, o jamaicano Usain Bolt assombrou o mundo em Pequim ao tornar-se o primeiro homem, desde Carl Lewis em Los Angeles-1984, a ganhar ouro nos 100 e 200m rasos em uma mesma edição de Jogos Olímpicos.

Um torpedo chamado Phelps

Após os Jogos de Pequim, a história da natação precisa ser escrita desta forma: A.P e D.P (Antes de Phelps e Depois de Phelps), graças às oito medalhas de ouro do americano Michael Phelps, superando o antigo recorde de Mark Spitz.

Cadê as amarelonas?

Durante quatro longos anos, José Roberto Guimarães e as garotas da seleção brasileira feminina de vôlei ouviram, maldosamente, que amarelaram na semifinal dos Jogos de Atenas-04. Mas a conquista do ouro em Pequim, sem derrotas e com apenas um set perdido, reparou uma injustiça histórica.

Matemática reinventada

O presidente do COB, Carlos Nuzman, precisou se desdobrar para provar que, com muito mais dinheiro no caixa, o Brasil fez bonito em Pequim, apesar de ter terminado os Jogos com o mesmo número de medalhas do que em Atlanta-1996.

Para carregar as baterias

Esta coluna faz hoje uma pausa e volta a ser publicada no próximo dia 23 de janeiro. Bom Natal e Feliz 2009 a todos.

Foto: César Cielo, uma das boas surpresas do esporte brasileiro em 2008
Crédito: Divulgação/COB

A coluna Diário Esportivo, assinada por este blogueiro, é publicada às sextas-feiras no Diário de S. Paulo

quinta-feira, 18 de dezembro de 2008

Santo André x Palmeiras abre o Paulistão 2009 em plena sessão da tarde

No mínimo inusitado o horário do jogo de abertura do Campeonato Paulista de 2009. No dia 21 de janeiro, Santo André e Palmeiras se enfrentarão às 16h30, na cidade de Ribeirão Preto. A Federação Paulista de Futebol (FPF) anunciou nesta quinta-feira a tabela com a definição de datas e horários do Paulistão em suas 14 rodadas iniciais.

Por sinal, o que não faltará no Paulistão-09 será opção de horários para o torcedor. Estão previstas partidas às 11h, 17h, 18h30, 19h10, 19h30, 21h30 e 22h. Sem contar o horário estilo "sessão da tarde" de 16h30 de Santo André x Palmeiras.

Confira aqui a primeira rodada do Paulistão 2009:

21/01 - Quarta-feira
16h30 - Santo André x Palmeiras
19h30 - São Paulo x Ituano
19h30 - Marília x São Caetano
19h30 - Paulista x Noroeste
19h30 - Oeste x Ponte Preta
19h30 - Mogi Mirim x Mirassol
21h30 - Guarani x Portuguesa

22/01 - Quinta-feira
19h30 - Corinthians x Barueri
19h30 - Botafogo x Bragantino
21h30 - Santos x Guaratinguetá

Confira a tabela completa do Paulistão clicando aqui.


quarta-feira, 17 de dezembro de 2008

Granada e Moldávia: o melhor e o pior do ranking da Fifa na temporada 2008

A Fifa divulgou nesta quarta-feira a última classificação do ano de seu ranking de seleções. E dando prosseguimento à saga de tentar descobrir alguma novidade nesta lista cheia de falta de novidades, este blog apresenta orgulhosamente o melhor e o pior do ranking da Fifa em 2008.

O melhor: Granada foi a seleção que mais ganhou posições no ranking da Fifa em 2008. Integrante da Concacaf, ocupa na lista de dezembro a 118ª posição, um feito considerável levando-se em conta que no último mês de janeiro era apenas o 176º colocado. Dentro de campo, Granada foi eliminada este ano nas eliminatórias para a Copa de 2010 ainda na segunda fase, em um mata-mata contra Costa Rica. Em compensação, classificou-se para a fase final da Copa Ouro, torneio continental de seleções da Concacaf.

O pior: Moldávia, atual 98ª colocada no ranking da Fifa, foi comparativamente a pior seleção na classificação de 2008, ao perder nada menos do que 45 posições ao longo da temporada, pois começou o ano em 53º. Mas o prejuízo da Moldávia - que aparece na última colocação do Grupo 2 das eliminatórias da Uefa para a Copa de 2010, com um ponto ganho em quatro partidas - foi ainda maior em 2008. No mês de abril, os moldávios ocupavam a 37ª posição.

Veja abaixo os dez primeiros do ranking da Fifa na lista de dezembro:

  1. Espanha - 1.663 pontos
  2. Alemanha - 1.381 pontos
  3. Holanda - 1.338 pontos
  4. Itália - 1.326 pontos
  5. Brasil - 1.246 pontos
  6. Argentina - 1.180 pontos
  7. Croácia - 1.142 pontos
  8. Inglaterra - 1.115 pontos
  9. Rússia - 1.103 pontos
  10. Turquia - 1.016 pontos

Veja no site da Fifa a classificação completa do ranking

Vote no "Blog do Laguna" para o prêmio Best Blogs Brazil 2008

Já que estamos às vésperas do Natal, que tal o amigo internauta dar um presente a este blogueiro que vos escreve?

Com pouco mais de um ano de vida, o BLOG DO LAGUNA está entre os indicados para o prêmio Best Blogs Brazil 2008, um dos mais conceituados na blogosfera. Para isso, basta o amigo (ou amiga) perder uns minutinhos preenchendo um cadastro e indicar até cinco blogs de sua preferência. Os 10 primeiros de cada categoria passarão à fase final.

A data final das indicações foi prorrogada até a próxima sexta-feira, 19/12. Passe por lá, o blogueiro aqui agradece.

As dançarinas da NBA (9): Jennifer (do New York Knicks)


Jennifer, nascida em Staten Island (Nova York), está estreando como integrante das Knicks City Dancers

Esta seção, que reúne as mais belas cheerleaders da NBA, é publicada sempre às quartas-feiras.

Roberto Horcades ganha o prêmio de pior frase do ano no esporte brasileiro


"Se ele (René) conseguiu fazer com que meninas com dois neurônios fossem vice-campeãs olímpicas, se trata de um bom profissional"

Roberto Horcades, presidente do Fluminense, ao tentar explicar, com uma das frases mais machistas da história, o motivo de sua admiração pelo trabalho do técnico René Simões

terça-feira, 16 de dezembro de 2008

Confira quais foram os Jogadores da Semana na NBA, entre os dias 8 e 14/12

Conferência Leste

Al Harrinngton - New York Knicks


Números da semana (média/jogo)
2-1 (V-D)
33,3 pontos
8,3 rebotes
2,6 assistências
1,6 bolas roubadas

Desempenho nos jogos:
09/12 - New York 100 x 105 Chicago: 28 pontos, seis rebotes e dois roubos de bola;
10/12 - New York 121 x 109 New Jersey: 39 pontos, 13 rebotes e dois roubos de bola
13/12 - New York 114 x 90 Sacramento: 33 pontos, seis rebotes e quatro assistências


Conferência Oeste

Tim Duncan - San Antonio Spurs

Números da semana (média/jogo)
4-0 (V-D)

22,0 pontos
12,5 rebotes

Desempenho nos jogos:
09/12 - San Antonio 133 x 126 Dallas: 32 pontos, 14 rebotes, quatro assistências e duas bolas roubadas;
10/12 - San Antonio 95 x 89 Atlanta: 19 pontos e 11 rebotes;
12/12 - San Antonio 98 x 86 Minnesota: 17 pontos, 13 rebotes e cinco bloqueios;
14/12 - San Antonio 109 x 104 Oklahoma Citty: 20 pontos, 12 rebotes e cinco assistências

Os 10 clubes brasileiros mais populares, entre os consumidores do pay-per-view

Números divulgados nesta segunda-feira pelo Clube dos 13, através de pesquisa feita pela Globosat (em conjunto com os institutos Ibope e Datafolha) mostram que o Flamengo é o time da preferência do público consumidor dos canais pay-per-view (PPV).

Após ouvirem 8.193 pessoas em 11 capitais brasileiras, chegou-se à conclusão do óbvio: o Flamengo apareceu em primeiro lugar na preferência, com 13,84%, seguido pelo Corinthians e o São Paulo aparecendo em terceiro lugar. Segu ndo o comunicado do Clube dos 13, os números serão utilizados como referência para a distribuição de cotas do PPV a partir janeiro de 2009.

Abaixo, os dez clubes mais citados pelos consumidores do PPV:

  1. Flamengo - 13,84%
  2. Corinthians - 9,77%
  3. São Paulo - 9,21%
  4. Palmeiras - 8,23%
  5. Grêmio - 8,17%
  6. Internacional - 6,87%
  7. Cruzeiro - 6,56%
  8. Vasco - 6,46%
  9. Atlético-MG - 5,94%
  10. Fluminense - 5,55%

O ex-pivô Marquinhos também será candidato nas próximas eleições da CBB

Serão quatro os candidatos à presidência da Confederação Brasileira de Basquete (CBB), que deverão ocorrer em maio de 2009. Se três postulantes ao cargo já são bem conhecidos - Gerasime Grego Boziks, tentando mais uma reeleição, Carlos Nunes e Antonio Chakmati, pela oposição -, surgiu nesta segunda-feira um quarto nome: o ex-pivô da seleção brasileira nos anos 70 e começo dos 80, além de ter sido campeão mundial de clubes pelo Sírio em 1979, Marcos Abdalla Leite, o Marquinhos.

"Estou negociando com duas federações para lançar a minha candidatura. Como o registro terminará apenas no final de janeiro, estamos tranqüilos que tudo dará certo", garante Marquinhos, que integra um movimento que busca a revitalização do basquete brasileiro e sonha em se tornar o primeiro ex-jogador a presidir a entidade que comanda o basquete brasileiro.

E Marquinhos está confiante de que terá sucesso. "Sempre na minha carreira entrei para vencer, em tudo o que eu fiz. Não será diferente agora."

segunda-feira, 15 de dezembro de 2008

Oscar Schmidt deixa mágoa de lado e dá conselhos para o sucesso da LNB

"Agora, resta aos clubes não levarem para os escritórios as diferenças de dentro de quadra. Estas picuinhas, que sempre existiram, não podem atrapalhar o sucesso da Liga Nacional"

"Tive mágoa durante muito tempo, mas hoje isto é história. Pelo menos eu fico feliz porque aquele esforço que eu, Hortência, Paula e outros abnegados, fizemos anos atrás, não foi em vão. Perdi amizades, dinheiro e a alegria pelo basquete. Mas agora vejo que a coisa está caminhando para o lado certo"

"Pelo menos eles usaram as mesmas letras que a gente"


Oscar Schmidt, ex-integrante da seleção brasileira e presidente da primeira liga independente de basquete, a NLB, duranten o lançamento desta segunda-feira da Liga Nacional, no Clube Pinheiros

Alguns pitacos sobre o lançamento do NBB (Novo Basquete Brasil), primeiro campeonato da Liga Nacional de Basquete

1) Há muito tempo este blogueiro não encontrava tantas pessoas envolvidas com o basquete brasileiro tão otimistas em relação a um movimento de união como este que foi a criação da Liga Nacional de Basquete (LNB) - e conseqüentemente o NBB-09. Talvez a última vez tenha sido justamente no primeiro torneio dissidente, criado há três anos pelo grupo comandado por Oscar Schmidt e que culminou na fracassada tentativa da Nossa Liga de Basquete (NLB);

2) É inegável que a presença da Rede Globo como uma das parceiras da LNB tenha sido fundamental para que clubes e a Confederação Brasileira de Basquete (CBB) chegassem a um acordo. Da mesma forma, não dá para discordar que se tivesse o apoio da rede de televisão mais importante do país, a empreitada de Oscar e a NLB teria tido maior chance de sucesso;

3) Aliás, a presença da Globo no evento desta segunda-feira deve ter deixado alguns dirigentes do vôlei com uma pulga atrás da orelha. Se na Superliga a emissora foi a principal responsável pela fórmula de disputa bizarra, repleta de finais ao longo da competição e decisão num único jogo, no NBB-09 não criou obstáculos em relação à realização do sistema tradicional: turno e returno, com os oito primeiros classificando-se aos playoffs, todos em melhor de cinco jogos;

4) E que ninguém estranhe se a emissora colocar o basquete de volta à TV aberta após muitos anos. Ainda não está fechada a forma com que a Globo irá usar os eu apoio à Liga Nacional, mas uma das opções seria a transmissão de uma ou mais partidas,. O que se sabe é que haverá um Resumo da Semana, no Esporte Espetacular;

5) Embora tenha dado o aval para os clubes organizarem o campeonato, era inegável o desconforto de Gerasime Grego Boziks, presidente da CBB no evento. Ver a principal competição de clubes escapar de seu controle talvez tenha sido a derrota mais dura sofrida por ele ao longo de seus 11 anos de gestão;

6) "A CBB não tinha alternativa. Tinha que aceitar esta liga de qualquer jeito". Frase de um importante basqueteiro, presente na cerimônia desta segunda-feira.

Muricy Ramalho foi o grande craque na conquista do São Paulo, aponta internauta

Ninguém teve tanta parcela de méritos na conquista do tri (hexa) campeonato brasileiro pelo São Paulo do que o técnico Muricy Ramalho. Esta foi pelo menos a opinião do internauta que freqüenta esta blog e que votou em enquete encerrada neste domingo.

Para 66% dos blogueiros que costumam dar o ar da graça por aqui, o competente (e também ranzinza) treinador são-paulino foi o grande responsável pela inédita conquista.

Bem atrás de Muricy, aparece o presidente do clube, Juvenal Juvêncio, apontado por 8% dos blogueiros como o maior responsável pelo título. Depois aparecem o goleiro Rogério Ceni e outros, com 6%. O artilheiro do time no Brasileirão, o atacante Borges, recebeu 5% das indicações, enquanto os zagueiros Miranda e André Dias tiveram 3% dos votos.

domingo, 14 de dezembro de 2008

Conheça o regulamento e os clubes participantes no NBB-2009

O primeiro campeonato da Liga Nacional de Basquete, o NBB (Novo Basquete Brasil), com início previsto para 23 de janeiro de 2009, terá um sistema de disputa bastante simples: as 15 equipes jogarão em turno e retunro, todos contra todos. Os oito primeiros colocados classificam-se para os playoffs, disputados todos em confrontos melhor-de-cinco jogos.


As equipes participantes são as seguintes:
CETAF/Garoto/UVV/PMVV (ES)

Ciser/Araldite/Univille/Joinville (SC)
Conti/AMEA/ Assis (SP)
Flamengo/Petrobras (RJ)
GRSA/Bauru (SP)
Lupo/Araraquara (SP)
Paulistano/ Amil (SP)
Pinheiros (SP)
Pitágoras/Minas Tênis (MG)
Saldanha da Gama (ES)
São José/ Unimed/Vinac (SP)
Univates/Bira (RS)
Universo/BRB (DF)
Vivo/Franca (SP)
Winner/ Limeira (SP)

O Novo Basquete Brasil (NBB) será lançado oficialmente nesta segunda-feira

Há 10 dias, na coluna Diário Esportivo, que é publicada pelo Diário de S. Paulo, disse que a criação da Liga Nacional de Basquete, organizada pelos clubes, seria a derradeira oportunidade do basquete brasileiro sair do buraco no qual se meteu há vários anos. Pois a chance desta virada de mesa começa nesta segunda-feira, com o lançamento oficial da competição, no Esporte Clube Pinheiros, em São Paulo. O novo do torneio também já está definido: Novo Basquete Brasil (NBB) e deverá começar no dia 23 de janeiro de 2009.

Antes de escrever aquela coluna, conversei com o empresário mineiro (de origem iraniana) Kouros Monadjemi (foto), de 63 anos, presidente da LNB (Liga Nacional de Basquete). A coisa que mais me impressionou em suas palavras foi o otimismo. "Com certeza iremos fazer o basquete tornar-se novamente o segundo esporte do Brasil", assegurou.

Abaixo, reproduzo os principias trechos da conversa com Kouros Monadjemi:

A Liga tem 19 equipes inscritas, mas apenas 15 participarão da primeira edição do campeonato. Qual o motivo para que todos não estejam participando logo de cara?
Kouros Monadjemi: Alguns destes times ainda não estão preparados para participar desta primeira edição do NBB. Não adianta ter um número maior de equipes, porém sem a qualificação necessária para disputar o torneio. Esta é uma liga para quem pode participar, não para quem quer participar.

Como foi a negociação com a Confederação Brasileira de Basquete (CBB) para que ela finalmente aceitasse entregar a organização do torneio para os clubes?
Monadjemi: Foi muito simples. O grande segredo é que esta Liga defende a união do basquete e tivemos talvez mais habilidade na negociação do que a liga do Oscar (Nossa Liga de Basquete) e a liga dos times paulistas. Se alguém errou naquele processo foram nós mesmos, os clubes. O que acertei com o Grego foi que a CBB continuaria responsável pela arbitragem, registro de atletas e tribunal esportivo, enquanto nós cuidaríamos do resto.

Em 2009, a CBB passará por eleições. Como ficará a Liga caso a situação, representada pelo presidente Grego, não consiga se reeleger?
Monadjemi: A Liga não é política. Não defendemos A ou B, mas sim a união do basquete. A nossa responsabilidade é com a entidade CBB, não importa quem seja o presidente. Se amanhã não for o Grego, a Liga continuará.

O sistema de franquia da Liga não á arriscado para ser aplicado no Brasil?
Monadjemi: Não creio. A nossa idéia é repetir o que se faz nos EUA, na NBA. O valor que as equipes pagam pela franquia é de R$ 40 mil em dois anos. A princípio, queremos manter a qualidade e não aumentar demais o número de participantes. Mas se a Liga começar a se fortalecer com o passar dos anos, a ponto de alguns clubes não precisarem mais de apoio das prefeituras para se manterem, poderemos aumentar sim o número de participantes para20, 25 ou 30, quem sabe.

Foto: Divulgação

São Paulo termina a temporada como o melhor brasileiro no ranking da IFFHS

A conquista do tricampeonato (e também hexa) brasileiro pelo São Paulo ajudou o Tricolor a fechar a temporada de 2008 na liderança, entre os clubes do país, a aparecer no ranking da polêmica Federação de História e Estatística de Futebol (IFFHS).

O time comandado pelo técnico Muricy Ramalho aparece na 12ª colocação, com 219 pontos, cinco a mais do que o Fluminense, que aparece em segundo lugar.

Na classificação geral, o Barcelona encerrou o ano com o status de melhor time do mundo segundo o IFFHS, deixando dois clubes ingleses (Manchester United e Liverpool) dividindo a segunda posição.

Abaixo, os 10 primeiros do ranking da IFFHS:

1. Barcelona (Esp) - 278 pontos
2. Manchester United (Ing) e Liverpool (Ing) - 263 pontos
4. Bayern Munique (Ale) - 260 pontos
5. Boca Juniors (Arg) - 258 pontos
6. Chelsea (Ing) - 250 pontos
7. Lyon (Fra) - 237 pontos
8. Arsenal (Ing) - 234 pontos
9. Roma (Ita) - 229 pontos
10. Estudiantes (Arg) - 226 pontos

Abaixo, os 10 primeiros clubes brasileiros:

1. São Paulo (12º) - 219 pontos
2. Fluminense (14º) - 214 pontos
3. Cruzeiro (27º) - 176 pontos
4. Flamengo (32º) - 169 pontos
5. Internacional (43º) - 156 pontos
6. Santos (60º) - 143 pontos
7. Botafogo-RJ (69º) - 138 pontos
8. Sport Recife (107º) - 114 pontos
9. Grêmio (111º) - 112 pontos
10. Vasco da Gama (124º) - 106 pontos

sábado, 13 de dezembro de 2008

Confira o ranking de clubes da CBF

Confira os 10 primeiros colocados do ranking de clubes da CBF, que é atualizado anualmente:

  1. Grêmio - 2.039 pontos
  2. Corinthians - 1.998 pontos
  3. Vasco - 1.981 pontos
  4. Flamengo - 1.974 pontos
  5. São Paulo - 1.939 pontos
  6. Atlético-MG - 1.922 pontos
  7. Palmeiras - 1.900 pontos
  8. Internacional - 1.863 pontos
  9. Cruzeiro - 1.834 pontos
  10. Santos - 1.695 pontos

Veja aqui o ranking completo de clubes da CBF.

Ranking da CBF só serve para discussão em boteco com os amigos

Na última quinta-feira, lá na redação do Diário, me provocaram a escrever algo no blog a respeito do novo ranking da CBF de clubes. O motivo da provocação era a presença do Grêmio na liderança da lista, seguido do Corinthians em segundo, enquanto o São Paulo ocupa apenas a quinta colocação. Tudo normal.

Em se tratando de futebol, divulgar ranking de clubes e seleções é arrumar sarna pra se coçar. Ao contrário do tênis, um esporte no qual o ranking demonstra exatamente o real potencial do jogador (e mesmo assim costuma dar alguma confusão), no futebol a questão do ranking é uma verdadeira bagunça. Basta ver a polêmica que aparece a cada lista divulgada do ranking de seleções da Fifa ou da Federação de História e Estatística de Futebol (IFFHS).

Na boa, o ranking da CBF para mim serve apenas como ótimo assunto numa mesa de bar, com os amigos no happy hour. Eu mesmo, se gastar uns 50 minutinhos, faço uma lista que certamente será diferente desta apresentada pela CBF. E se mais 20 pessoas fizerem a mesma coisa, o resultado também será diferente.

Mas antes que me perguntem: este ranking da CBF é um lixo.

Fecha o tempo na natação brasileira

Nota publicada no ótimo Blog do Coach, do técnico brasileiro e também comentarista do Sportv de natação, Alex Pussieldi

Nikita X Coaracy

Foi bem feia a briga do treinador João Reinaldo da Costa Lima Neto, Nikita, com o Presidente da CBDA Coaracy Nunes no congresso de abertura do Open ontem em Florianópolis. O motivo da discussão foi um questionamento referente a prestação de contas dos patrocínios dos Correios que Nikita teria solicitado e foi recusado por Coaracy. A coisa partiu para o lado pessoal e acusações não faltaram. Não vou me surpreender se isso acabar em processo na justiça.

Nikita, para quem não sabe, é o treinador de Joanna Maranhão, integrante da seleção brasileira que esteve nos Jogos Olímpicos de Pequim e uma das atletas que costuma criticar abertamente a gestão de Coaracy Nunes à frente da CBDA (Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos). E não é que a própria Joanna participou da discussão no Blog do Coach?


Discordo, a posição de Nikita não foi pro lado pessoal.
Hoje mesmo testemunhei vários técnicos dando tapinhas no ombro de Nikita parabenizando ele, mas na hora do congresso, todo mundo caladinho, engraçado isso né?
Nikita questionou os CRITÉRIOS de patrocinio, que não são claros. Questionou também porque do Mundial Junior somente um atleta tem apoio dos correios, um atleta do Minas, enquanto Etiene Medeiros que foi medalha de prata, a unica medalha individual não ganha nada! Aliás, teve toda sua preparação pro mundial custeada pela equipe.
Não vai rolar nada na justiça, não há necessidades disso, Nikita mais uma vez fez valer sua palavra e se alguém quer deturpar isso, eu só lamento!
Tenho muito orgulho de treinar com uma pessoa que chegou aonde chegou por méritos próprios e não se cala diante daquilo que todo mundo VÊ e SABE, mas prefere calar! Preferem mizeros 20% do salário dos seus atletas do que a dignidade de tentar fazer uma natação melhor e mais justa.
MUITO OBRIGADO POR TUDO NIKITA!

Não é por nada não, mas neste caso aí, em relação à nebulosa prestação de contas da CBDA, estou com o Nikita e não abro!

sexta-feira, 12 de dezembro de 2008

Ziraldo faz sua homenagem a Ronaldo


Homenagem do cartunista Ziraldo a Ronaldo Fenômeno, apresentado nesta sexta-feira como novo contratado do Corinthians. "Tenho a maior simpatia pelo Ronaldo, conheci ele antes de ser um jogador famoso. Ronaldo é um atleta exemplar e acredito em sua recuperação por que ele já provou que pode dar a volta por cima", diz Ziraldo.

Nacional feminino de basquete: entrevista com Branca, técnica do Americana

Pouco antes de pegar estrada e rumar a Ourinhos, onde nesta sexta-feira o Americana inicia a disputa do playoff decisivo do Nacional feminino de basquete, a técnica Branca respondeu a algumas perguntas deste blogueiro. Confira as respostas abaixo:

Como você avalia ter chegado à uma decisão logo em seu primeiro Nacional no comando do time de Americana?
Branca: Chegamos à final porque nossa equipe fez na fase de classificação uma campanha brilhante. Foi muma equipe fiel em todos os sentidos, treinou muito, não teve frescura e foi acima de tudo sempre unida.

Quem é o favorito em sua opinião?
Branca:
OURINHOS, sem sombra de dúvidas, por ter seis jogadoras da seleção brasileira (Ega/Mamá/Kaé/Chuca/Tati/Karen)

O fato de seu time ter mudado a "final antecipada", como muitos apontavam, entre Ourinhos e Catanduva, já pode ser considerado uma vitória pra você?
Branca:
Foi bacana demais ter chegado até aqui, ter a oportunidade, pela primeira vez como técnica no Nacional, de estar na final. Queremos mais e vamos ousar para isso.

Você continua com aquele espírito combativo e crítico em relação ao basquete brasileiro, que já lhe rendeu muita dor de cabeça?
Branca: Não vou deixar de ter o meu ponto de vista e nem deixar de lado as críticas quando necessárias. Estou na final. Estou na final porque tenho recursos da minha equipe e muito apoio da comissão técnica e atletas.

Supertime do São Caetano na Superliga feminina de vôlei ameaçado de fracassar

Coluna Diário Esportivo, publicada na edição de 12 de dezembro do Diário de S. Paulo

Sonho do São Caetano na Superliga vira um pesadelo

Antes da abertura da 15ª edição da Superliga de vôlei, no final de outubro, havia uma espécie de consenso: finalmente, no torneio feminino, poderíamos acompanhar o fim da hegemonia de Rexona e Finasa/Osasco sobre os demais concorrentes. A razão para explicar o provável equilíbrio da competição seria a presença da forte equipe do São Caetano/Blausiegel, que conta com três integrantes da seleção brasileira campeã olímpica nos Jogos de Pequim: a levantadora Fofão, a ponteira Mari e a oposto Sheilla. Mas se no papel tudo indicava uma divisão de forças, na prática o desempenho das meninas do ABC tem sido decepcionante, a ponto de detonar uma crise pouco comum no mundo do vôlei, (mal) acostumado a conviver apenas com notícias positivas.

Conforme o DIÁRIO publicou na edição do dia 2 deste mês, o técnico do São Caetano, Antonio Rizola, foi demitido por pressão das atletas, que estariam descontentes com seu trabalho. Oficialmente, o motivo da saída foi para ele ficar mais próximo da família, que vive em Minas Gerais, e tratar de uma fratura na mão direita, ocorrida após um soco dado por Rizola no banco, irritado com os erros de sua equipe nos Jogos Abertos do Interior. Outras fontes garantem que o ambiente no São Caetano também não é dos melhores, por causa da diferença salarial entre as três olímpicas e o restante do elenco. O fato é que tudo isso somando resulta numa campanha medíocre na Superliga, com cinco vitórias em oito jogos disputados, sem contar a partida de ontem à noite contra o Finasa. Nada que ameace a classificação do São Caetano para a fase de mata-matas do torneio, mas está longe de ser uma campanha brilhante. Pois é, pelo visto veremos novamente Rexona e Finasa brigando pelo título.

Indefinições na ginástica

O final do ano traz um ponto de interrogação na ginástica artística brasileira. Sem contar mais com o técnico ucraniano Oleg Ostapenko, e desfalcada de Daiane dos Santos, Jade Barbosa e Laís de Souza, a equipe feminina terá apenas Daniele Hypólito na final da Copa do Mundo, a partir de hoje, em Madri. Diego Hypólito e Mosiah Rodrigues representarão a equipe masculina. Além disso, com a eleição de Maria Luciene Resende para a presidência da CBG, há o risco do centro de treinamento de Curitiba ser desativado.

CBB mantém parceiro

Apesar de ter anunciado um patrocínio de R$ 14 milhões/ano com o Vasco da Gama, a Eletrobrás não deixará o basquete de mãos abanando. Segundo a assessoria de imprensa da Confederação Brasileira de Basquete (CBB), a estatal renovará seu contrato por mais um ano, no valor de R$ 10 milhões, repartidos entre as seleções feminina e masculina (sub-15, sub17 e adulta), o projeto social Basquete do Futuro, as clínicas de arbitragem, as Clínicas Técnicas e de Preparação Física. Menos mal.

Foto: Divulgação/João Pires

A coluna Diário Esportivo, assinada por este blogueiro, é publicada às sextas-feiras no Diário de S. Paulo

Diretor do Santos dá um bico na lógica e corneta o hexa do São Paulo

"Abri o jornal e vi que o São Paulo é o hexa, o maior campeão. Que absurdo! Acho que as pessoas não se recordam da história do Santos. Fomos campeões oito vezes, o Santos é o maior campeão brasileiro da história desse país. Então, o São Paulo ainda tem que comer muito feijão com arroz para chegar no Santos"

Adilson Durante, diretor de futebol do Santos, contestando a história do Campeonato Brasileiro e argumentando que o São Paulo não é o maior vencedor do futebol do país e sim o Santos - contabilizando para isso os títulos da Taça Brasil de 1961/62/63/64/65, o Robertão de 68 e os Brasileiros de 2002 e 2004.

quinta-feira, 11 de dezembro de 2008

Vencedora do Miss Fiel, Ana Paula Minerato bota fé em Ronaldo

"É 'nóis' na Fifa em 2010. O Ronaldo vai se recuperar e ganharemos tudo em 2009. Mas não posso falar muito do Corinthians porque eu choro. Isso aqui é a minha casa"

Ana Paula Minerato, de 18 anos, eleita nesta última quarta-feira como Miss Fiel, esbanjando otimismo com a contratação de Ronaldo Fenômeno pelo Timão.

Confira a tabela do playoff decisivo do Nacional feminino de basquete

1º jogo - 12/12
20h - Ourinhos x Americana - Local: Ginásio Monstrinho (Ourinhos)

2º jogo - 13/12

20h - Ourinhos x Americana - Local: Ginásio Monstrinho (Ourinhos)


3º jogo - 15/12
20h - Americana x Ourinhos - Local: Ginásio Centro Cívico (Americana)


4º jogo - 19/12 (se necessário)
20h - Americana x Ourinhos - Local: Ginásio Centro Cívico (Americana)


5º jogo - 21/12 (se necessário)
20h - Ourinhos x Americana - Local: Ginásio Monstrinho (Ourinhos)

Americana é a grande surpresa na decisão do Nacional feminino de basquete

Desde o seu início, o 11º Campeonato Nacional feminino de basquete parecia fadado a ser decidido por Ourinhos (atual tetracampeão) e Catanduva (que bateu o tradicional rival na decisão do Campeonato Paulista. Pois é, parecia...

A presença do Americana no playoff final é o grande barato desta decisão. O basquete, especialmente o feminino, estava mesmo precisando de novos ares, novos protagonistas. Além disso, acabou premiando o excelente trabalho da técnica Branca, que assumiu o comando da equipe após o Paulistão.

Mesmo assim,o favoritismo é todo do Ourinhos, comandado pelo ex-assistente Urubatan Paccino (que assumiu o cargo após a demissão de Paulo Bassul). Mas aposto em uma série decisiva duríssima, decidida em cinco jogos.

Mundial de Clubes: confira a lista dos inscritos da LDU (Equador)

atualizado em 11/12

1 Jose CEVALLOS (G)
2 Norberto ARAUJO (Z)
3 Renan CALLE (Z)
4 Paul AMBROSI (Z)
5 Alfonso OBREGON (M)
7 Luis BOLANOS (M)
8 Patricio URRUTIA (M)
9 Agustin DELGADO (A)
10 Eder VACA (M)
11 Danny VACA (M)
13 Neicer REASCO (Z)
14 Diego CALDERON (Z)
15 William ARAUJO (M)
16 Claudio BIELER (A)
17 Christian SUAREZ (M)
19 Reinaldo NAVIA (A)
20 Pedro LARREA (M)
21 Alejandro MANSO (M)
22 Alexander DOMINGUEZ (G)
23 Jairo CAMPOS (Z)
24 Alejandro ESPINOSA (M)
25 Daniel VITERI (G)
28 Israel CHANGO (M)

Técnico: Edgardo Bauza

Obs: G - goleiro; Z - zagueiro; M - meio-campo; A - atacante

Related Posts with Thumbnails